sábado, 8 de outubro de 2011

Obrigado, Pastor Ricardo Gondim!

Por: Marcio Alves

Há pelos menos 3 ou 4 anos atrás, dava se inicio em minha vida o “processo de dês-religiosamento”.

Hoje, sentando nas escadarias da minha casa, olhando para o céu estrelado, pensando na vida, re-pensando e revendo passos, caminhos e descaminhos, estradas e trajetórias, pensamentos e sentimentos, crenças e crises, vitorias e perdas, valores e vazios, num encontro e desencontro comigo mesmo, tentava lembrar onde foi exatamente que isto tudo começou, qual foi o estopim que desencadeou e acelerou toda esta minha descrença e ceticismo de hoje.

Foi ai que lembrei.......

Lembrei e agradeci, com os olhos cheios de lágrimas e com a voz baixinha e embargada, aquela mesma que falamos conosco, que ninguém escuta, e sussurrei :

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Lembrei que durante meses – seis á sete meses, há 4 anos atrás, para ser mais exato – devorei todos os textos que você escreveu em seu site, aproximadamente uns 1. 800. Alguns leves que abordam a beleza da vida, outros mais indigestos e duros questionando os dogmas pétreos da ortodoxia, mas todos me conduziram a tornar quem sou hoje.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Tudo bem que há mérito em mim também, que me esforcei e gastei meses, semanas, dias, horas, minutos e segundos debruçados na mesa de meu computador devorando seus escritos, que não apenas me influenciaram diretamente, como que também indiretamente, pois foi através destas leituras que apaixonei e até viciei compulsivamente em ler. Hoje, já faz um tempo que não leio mais você, é verdade, mais através de você, aprendi a ler e saborear outros diversos autores.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Hoje, minha capacidade de reflexão está muito mais aguçada, me tornei uma pessoa muito mais criteriosa, questionadora, que não aceita uma verdade simplesmente por ela ser verdade para o senso comum. Mas para que a verdade seja realmente verdade, ela deve ser antes passada e re-passada pelo moinho da duvida questionadora, e que depois de ser tanto duramente atacada, se ainda resistir é porque merece ser verdade.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Você me ensinou a pensar por mim mesmo, a não ser um mero escravo do sistema, em simplesmente repetir conceitos já há muito tempo engessados, a não temer o medo de dizer “tenho duvidas”! De olhar para dentro de mim e aceitar minhas imperfeições e ambigüidades como fazendo parte da minha natureza, a entender que não eram pecados, que não seria castigado por uma divindade que cobra desempenhos pra lá de humanos.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Durante muito tempo te segui, mas finalmente entendi que o melhor jeito de te seguir, é não te seguindo mais, para finalmente seguir os meus próprios passos, fazendo o meu próprio caminhar, e que fazendo isto, eu estaria seguindo você!

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Hoje, já não creio mais em castigo eterno, nem em um céu como recompensa, descreio num Deus evangélico que é avesso a vida, avesso ao prazer, a alegria de viver. Já não consigo mais engolir uma divindade que favorece alguns poucos, atendendo a caprichos, enquanto deixa bilhões na mais profunda miséria sem nenhuma intervenção urgente de vida e morte.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Hoje, já não sou mais religioso, busco viver uma vida natural, sem as falsas promessas de que se fizer isto ou aquilo corretamente, terei o favor de Deus, nem tão pouco, vivo neuroticamente uma busca desenfreada por uma vida sobrenatural, de milagres e bênçãos.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Reconheço a imensa capacidade em mim de questionar e até para descrer, mas certamente talvez, não teria coragem ou demoraria muito, se não tivesse no meio do meu caminho conhecido e lido exaustivamente você. Talvez meu único lamento seja “porque não conheci você antes”, mas entendo que tudo que vivi em minha vida, toda minha experiência de mais de 15 anos na igreja, foram mais que necessárias para forjar meu caráter e ser decisivo na construção de quem sou hoje.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Aprendi contigo que para desconstruir a fé, é preciso usar a própria fé, que nunca uma cidade é atacada tão eficazmente quando é atacada de dentro para fora, que por mais fortes e hábeis que sejam os ataques externos, nunca surtirão os mesmos efeitos que de dentro.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Sei que você sabe a contribuição que você trouxe para o meio evangélico, benefícios para alguns, estragos para a maioria, é verdade, mas ainda sim uma mudança radical no modo de ver, ouvir, pensar e sentir dos evangélicos.

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim. Sei que com sua idade – e você sabe também – sua morte iminente se aproxima cada dia mais – e de quem ela não se próxima também? Pois para morrer basta estar vivo! – e esta é a angustia de todos nós mortais; cada dia que se passa, significa que mais vivemos e que menos tempo temos para viver!

Mas você, Pr. Ricardo Gondim, já teve seu galardão antes mesmo de morrer: sabe que tens um nome que já entrou para os anais do cristianismo Brasileiro, que mesmo depois de sua morte, seu nome e seus conceitos continuarão a gritar nos ouvidos e mentes dos evangélicos: sua vida não foi como a da maioria; medíocre e insignificante, mas tua vida teve e sempre terá um peso, sendo lembrado por muito e muito tempo!

Mas o maior de todos os galardões é sem duvida alguma a de mudar vidas, transformando mentes, abrindo novos horizontes, revirando conceitos, salvando pessoas de uma vida ilusória, pobre e castradora que a religião oferece, dando maior sentido para o sentido de viver, sem medo, sem culpa, sem neuroses, sem mascaras, sem falso messianismo, sem falsa santidade.

Só nós e a vida, a vida e nós, e a consciência de um viver com significados, com maturidade, com responsabilidade.
Uma vida com vida, sem a morte-vida das religiões!

Obrigado, Pr. Ricardo Gondim!


Site do Pr. Ricardo Gondim: http://www.ricardogondim.com.br/

17 comentários:

  1. Obrigado Deus e Pai,porque a Tua misericórdia dura para sempre, e eu te rendo louvor por isso: A Tua misericórdia dura para sempre.
    tito from brasília.

    ResponderExcluir
  2. Marcito:
    Foi fenomenal você ter se livrado da escravidão da crença evangélica. Agora está pronto para redescobrir a Divindade.
    Como gosto de você, espero que o consiga.
    abraços

    ResponderExcluir
  3. Marcio:

    O que aconteceu com vocês, de cristões passou a falar mal de cristões, nunca conheci ninguém que falasse tão mal de Deus, e olha que eu trabalho com três.

    O que vocês querem provar com isso tudo??, pra mim isso só mostra o quanto vocês estão errados.

    Vocês já pararam e pensaram nisso?.

    Abração..

    Rafael do Ciência...

    ResponderExcluir
  4. Marcinho, não estava conseguindo postar aki.
    Queria te fazer uma pergunta: o Gondim conseguiu te levar a entender que Deus te ama e não tem culpa das imagens que te apresentaram dEle?

    Beijão amigo, sempre lembrando de você.

    ResponderExcluir
  5. Antonio
    O meu desejo é que você se converta a Jesus, a exemplo de muitos como está escrito na Bíblia, e hoje também. Rapaz tenha cuidado, com Deus não se zomba. A Palavra de Deus diz: Não vos enganeis: de Deus não se zomba, pois, aquilo que o homem semear , isso também ceifará.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo disse...

    Digo: Marcos e não Antonio
    O meu desejo é que você se converta de verdade a Jesus, a exemplo de muitos como está escrito na Bíblia, e hoje também. Não estou preocupado com a sua argumentação. Os apóstolos eram doze, um deles, o diabo colocou no seu coração o plano maquiavélico de trocar Jesus por 30 moedas de prata, e o que aconteceu dom Judas? Suicidou-se, depois de ter se arrependido tarde. Eu faço um alerta, tenha cuidado rapza!

    ResponderExcluir
  7. Cade as respostas??????

    ResponderExcluir
  8. Afinal, é Marcos ou Antônio? Decidade-se meu amigo. Crie uma conta no Google e então responderei seus comentários com prazer.

    ass, Edson Moura, co-autor no Outro Evangelho.

    ResponderExcluir
  9. Eae Edson tudo bom?,

    Acho que já tem um mês que estou lendo algumas coisas desse blog, eu te faço a mesma pergunta que eu fiz para o Marcio.

    O que vocês querem provar com tudo isso?


    Abração..

    Rafael do Ciência...

    ResponderExcluir
  10. Fala Rafa! Olha, eu não sei o Marcio, mas eu pelo menos, quero, na medida do possível, fazer com que as pessoas enxerguem que mesmo Deus não existindo, não quer dizer que ela deva ser uma pessoa má, sem ética, ou imoral.

    Pretendo, através da reflexão profunda, levar os leitores a ver que as provas de que não exite Deus são bem maiores do que as que dizem o contrário.

    esta é minha luta Rafa, já o Márcio não sei dizer.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Edson,

    Mais porque correr atrás de provas que Deus não existe?, seria um pouco de medo de estar errado?.

    Sei que muitas vezes não entendemos a vontade de Deus, um filho não entende a vontade do pai, mas quando cresce reconhece que o pai estava certo.

    Você crer que existe um Deus?..


    Abração,

    Rafael do Ciência...

    ResponderExcluir
  12. Não Rafa, Deus não existir é algo tão óbvio pra mim, que nunca me questiono se posso estar errado.

    Respondendo à sua pergunta: Não! Não acredito que exista Deus, deuses, diabo, entidades, e afins. Não acredito que exista alma, espírito e que o homem seja transcendental.

    Sou ateu e cético Rafa, o que não faz de mim uma pessoa pior do que aquela que voncê conheceu no ciência e natureza.

    Sou o mesmo Edsão, apenas não cxreio mais em Deus.

    Abraços mano! E não deixe de ler o último texto que escreví.

    ResponderExcluir
  13. A descrença se inicia a partir do momento que o homem se afasta de Deus e dai bate o vazio, que consequentemente torna este homem amargo, insatisfeito com tudo,deixando de aproveitar o melhor desta vida.

    ResponderExcluir
  14. Ninguém é ateu, no momento da dor,do desespero, não tem este que não lembre do criador. Se você se considera ateu, vai chegar teu dia e você entenderar.

    ResponderExcluir
  15. DEUS EXISTE.

    a base da nao existencia de DEUS
    é sempre a mesma,'O SOFRIMENTO NO MUNDO"

    porem,quero por via dessas lembrar aos caros amigos que: TODO HOMEM OU MULHER TEM O SEU LIVRE ARBITRIO...
    eu tenho uma pergunta direta: VOCÊ É FELIZ?

    ALGUNS RESPONDERIAM QUE SIM,OUTROS TALVEZ,OUTROS DIRIAM QUE NAO,E HÁ AQUELES QUE CERTAMENTE DIRIAM QUE A FELICIDADE NAO EXISTE...

    nao si bem em que grupo vc está...mais creio eu que se alguem te perguntar: VOCÊ QUER SER FELIZ?

    imagino que a resposta seria "SIM".

    POIS BEMvc acobou de usufruir do seu LIVRE ARBITRIO escolhendo entre SER ou nao SER FELIZ...

    o pproblema é que nao apenas você,mais tambem o seu semelhante ou proximo como queira chamar,tem esse mesmo privilegia de escolha
    entao a pergunta é a mesma a ele: VOCÊ QUER SER FELIZ?
    o que com ceretza me levara a uma outra reflexao: se para se feliz,o seu proximo(ou semelhante) tiver que ferir alguns principios tais como: MATAR,ROUBAR,MENTIR,ODIAR,DESEJAR O LUGAR DE OUTRÉM E ETC...
    será que ele atropelaria esses principios para alcançar a felicidade pessoal?

    é claro que,você nao precisa MATAR,ROUBAR,MENTIR,DERRUBAR ALGUEM, ETC..´.PARA ALCANÇAR UMA AUTO REALIZAÇAÕ PESSOAL OU COLETIVA OU A TAO SONHADADA "FELICIDADE".

    MAIS PARA FINALIZAR
    DIGO A TODOS VOCES,SEM MARGEM ALGUMA DE DUVIDA
    QUE NAO APENAS UMA,E SIM,MILHARES DE PESSOAS
    ATROPELAM,FEREM,E MATAM ALGUNS DESSES "PRINCIPIOS CITADOS ACIMA"
    GENERALIZANDO:GUERRAS,FOMES,MARGINALIDADES,DISCRIMINAÇOES,E TANTOS OUTROS TORMENTOS...
    ENTAO POR QUE CULPAR A DEUS,E NAO A NÓS MESMOS
    POR TANTO FRACASSO E TANTAS MISERIAS LOCALIZADAS?

    O PROPOSITO DE DEUS É QUE USEMOS O NOSSO LIVRE ARBITRIO PARA A FELICIDADE UNS DOS OUTROS
    E NAO A FELICIDADE PESSOAL (SE É QUE ALGUEM CONSEGUE SERREALMENTE FELIZ EM TAIS CIRCUNSTANCIAS)

    SEGUINDO ESSE RACIOCINIO,CONCLUO QUE?
    SE FOSSE PARA DEUS FAZER AQUILO AO QUAL PODEMOS FAZER, POR QUE RAZAO ELE NOS DARIA LIVRE ARBITRIO?

    PODERIA TER CRIADO SERES ROBOTIZADOS
    QUE VIVESSEM APENAS UM PADRAO:

    OBEDECER E NUNCA OPTAR(ESCOLHER).

    JACQUES ALVES.

    ResponderExcluir
  16. AHH,
    E POR FAVOR, PERDÕEM OS MEUS ERROS ORTOGRÁFICO...

    EU,JACQUES ALVES, AGRADEÇO A COMPREENSÃO.

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião.

Mesmo que você não concorde com nossos pensamentos, participe comentando esta postagem.
Sinta-se a vontade para concordar ou discordar de nossos argumentos, pois o nosso intuito é levá-lo à reflexão!

Todos os comentários aqui postados serão respondidos!