sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Desabafo de um jovem evangélico



Por: Marcio Alves


Recebi o e-mail abaixo de um jovem e com a sua devida autorização, estou publicando o mesmo.
Para não o expor, omitir alguns dados pessoais seus.

Trata-se de um e-mail, onde o mesmo desabafa comigo e expõe algumas da suas angustias.


(O grifo em vermelho é meu)

Desabafo de um jovem evangélico:

Olá meu amado irmão, gostaria sim de sua ajuda, pq eu já estava começando a me desanimar deste deus que fatalmente e pregado nos dias atuais. Esse "deus" de barganha, "deus" vingativo, rancoroso, que abençoa somente o seu "povo eleito" deixando de lado grande parte da humanidade.


Que deus é esse que tem um plano traçado para nossas vidas? Lembro de um bordão "gospel" que fala Deus tem um plano para sua vida! Como você eu também não acredito que temos nossa vida planejada por Deus, só fosse assim como Deus ama a todos de igual maneira ninguém padeceria ou iria pro "inferno". O que me faz pensar que sou melhor que alguém? Pq Deus me escolheu, se ele ama todos da mesma maneira, não ha escolhidos.



Como eu disse no seu blog, estou em crise com esse "deus" pregado na minha igreja. Eu tinha uma visão muito superficial do evangelho, sempre achei que o meu pastor fosse o super herói que nunca errava, e que tudo que ele falava era o correto a ser seguido! Hoje mais maduro e com opinião própria em relação ao evangelho, acabo ficando de lado aqui na igreja, porque não concordo com “N” coisas que acontecem. Ficam fazendo campanha de oração pra buscar comunhão, crescimento espiritual, etc..., mesmo sabendo que o que está faltando é amor entre nós mesmos. O resultado e trágico, até que melhora, mas só no tempo da campanha, humanamente acredito que quando estamos mais próximos uns dos outros isso flui naturalmente , mas aqui e "milagre" ("tá vendo irmão como tá melhor ?") etc... Quanto termina tudo volta ao normal !

Temos um irmão que está afastado do Ministério de louvor, pra muitos ele está "fraco na fé" isso porque ele não está agüentando da mesma maneira que eu não estou. As pessoas pensam que só por não estarmos fazendo a vontade deles estamos fracos!


O meu pastor quando não concordamos com ele, parece que ficamos meio de lado, ele é extremamente possessivo que quer tomar a frente de tudo, e tudo tem que ser da maneira dele, e o pior e que sempre pagamos por suas escolhas! São tantas coisas Marcio que me perco em meio os pensamente enquanto escrevo este e-mail!

São tantas indignações que às vezes acabo pensando que "eu" estou completamente errado, porque quase ninguém compartilha de meus pensamentos, aí quando procuro no Google , "não acredito em milagres", ou outras frases, encontro o seu blog, recheado de idéias que muito se assemelha às minhas, fico muito feliz porque em seus posts percebo o quanto ama a Deus, e o quanto combate esses evangelhos vazios que hoje são pregados e a maneira em que se é levado esse povo . Que muito querem agradar a Deus, mas são mal influenciados!




Muito obrigado meu irmão !



xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


Minha resposta:

Meu amigo e irmão Bruno, peço-lhe primeiramente desculpas pela demora em responder o seu e-mail.
Estive muito atarefado por esses dias. (Muito trabalho lá na empresa e respondendo outros e-mails)

Bruno, percebo que você entendeu perfeitamente o que há anos estamos (Eu e o Edson) tentando ensinar para as pessoas.

Muitas das quais não entendem – ou pior, não querem entender – pois, aceitando essas nossas ideias, as tirariam das suas pretensas zonas de conforto eclesiásticas.

É lamentável ver que, a maioria dos evangélicos preferem ficar no “mundo da lua” do que viver na realidade.

Como diria o poeta: “A vida é nua e crua”.

Esquecem que o evangelho e a Fé em Deus não nos colocam vendas nos olhos, levando-nos a fugir da realidade.

Não! Não aceito que a mensagem do evangelho seja reduzida a narcóticos que servem para anestesiar as pessoas, tirando-as da realidade da vida, provocando alucinações.

O evangelho são princípios e valores que nos ajudam a enfrentar a vida com dignidade e coragem existencial.

Meu querido Bruno, analisando o seu problema, ele muito se assemelha ao que já passei.

Pois eu era diácono e professor da escola dominical da Igreja xxxxxx, ministério do xxxxxxx.
Não sei de qual igreja você é, mas conheço muitas, pois ao longo da minha caminhada cristã – uns 15 anos, para ser mais especifico – conheci diversas igrejas, e acredite, as xxxxxxxx são uma das mais equilibradas.

Mas, no entanto, percebo a influência e penetração da teologia da prosperidade também na igreja xxxxxxxxxx.

Os obreiros da minha ex-igreja pregavam muita vitória, milagres e bênçãos materiais.

Até os louvores, eram com temas de vitórias e milagres.

A oração girava entorno de petições de bênçãos materiais.

Estava farto, não agüentava mais ouvir promessas de bênçãos.

Saía do culto pior do que quando entrava.

Até que resolvi ir na contramão, pregava mensagens parecidas com as postagens que escrevo no blog.

Na verdade, a idéia de escrever no blog, saiu do pensamento de pregar o contrário do que ensinava a igreja, que eu não concordava.

Até que um dia, a direção começou a “dês-pregar” o que eu falava.

Percebendo o clima tenso e chato que se criara – pois a direção da igreja não queria tirar-me, pois eu estava lá uns 10 anos, foi quando decidi sair da minha ex-denominação e partir para outra.

Hoje estou em uma igreja que considero uma outra espiritualidade, uma alternativa para sair desses legalismos, paranóias e manipulações.

Mas em relação a você meu amigo Bruno, acredito que você tenha três alternativas (com suas respectivas implicações):

1-Alternativa:
Ficar e tentar mudar a situação – foi o que tentei fazer por dois anos, mas sem sucesso.

2-Alternativa:
Ficar em silêncio aceitando a situação – atitude que não recomendo, pois como você conseguirá adorar a Deus estando desse jeito?

3-Alternativa:
Procurar outra igreja – atitude que é a mais recomendável, pois como diz o ditado popular: “Os incomodados é quem se mudem”.


Enfim, a decisão é toda sua, o que posso fazer por você, é apenas apontar as possibilidades e conseqüências das decisões.

Fico no aguardo para quaisquer dúvidas ou conselhos.

No demais, um abraço.


Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

12 comentários:

  1. Essa novale eu conheço, uma pena, e isso se repete a cada dia nas nossas igrejas. Mas, eu no lugar do Bruno me desligaria desses ditos "homens de Deus" e me apegaria somente a Deus, de o seu melhor a ele, homem será homem em qualquer denominação, é só não se envolver que você não terá problemas. Agora, colocou a mão no arado, se prepare meu irmão, vai machucar a mão, vai ter lutas sim, porém, aquele que nos chamou eh quem nos aperfeiçoa a cada dia. Já vivi o que o Bruno vive, vivo a cada dia isso, mas olho pro autor e consumador da minha fé, é pra ele o meu culto, é pra ele a minha adoração!Q!! abraços!

    ResponderExcluir
  2. Paz Márcio!

    Lendo a parte que o Bruno relata sobre o seu pastor, encaixa perfeitamente na descrição dos "falsos profetas" por mim referida em meu estudo, onde tudo deve girar em sua "órbita".
    Meu conselho a você Bruno e a todos que encontro pelo caminho: Sai dela povo meu! Fuja daí enquanto não começou a perseguição, as intimidações, as ameças, para que você não sofra ainda mais vendo de errado o que acontece. Converse com seu amigo do "ministério de louvor" e comecem a estudar os Evangelhos de forma simples e sem teologia. Bote uma "creolina espiritual" na cabeça, lava bem lavadinho essa porcaria toda que te ensinaram na igreja e viva em paz! Jesus está em você, não na "igreja/templo", que está, hoje em dia, mas pra "objeto voador não identificado" do que para casa de oração.
    Fuja e releia os Evangelhos só olhando pra Jesus e viva a vida em paz, sem ameças, medos, culpas, pois tudo já foi pago, consumado por Jesus na Cruz.
    Espero poder ter ajudado.
    Grande beijo em você Marcio e no Bruno.

    ResponderExcluir
  3. Marcio eu estou como você, sem internet em casa por isso estou tendo pouco tempo para comentar, mas essa eu não deixo passar de jeito nenhum, agora me deixa falar para o Bruno de mim mesmo assim como você falou de você mesmo para ele:

    Bruno você já sabe “onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali eu estarei no meio deles” ou seja, igreja acontece em qualquer lugar onde pelo menos dois amigos de fé estiveram reunidos com os mesmos sentimentos de amor em Jesus. Ou seja, ir ao templo é uma necessidade social e não espiritual, eu mesmo vou à igreja para ver e ser visto e nada mais, pois tenho tal vaidade de animal político que necessita estar engajado em alguma instituição para se satisfazer socialmente.

    Mas como eu há muito tempo estou como você que não acredita em quase nada do que se fala, eu não participo de nada, não oficialmente, pois sou um dos jovens mais conhecido como “perturbador da ordem” rsrs, ou seja, queira ou não a nossa influencia pode ser notada não publicamente, mas na consciência das pessoas.

    Se você souber como, profetize no templo, ou senão, profetize no deserto mesmo, mas não deixe de falar de Deus conforme você esta vendo na sua fase de maturação da fé. Pois a fé é absolutamente individual e adulta, a igreja nos serve como encimo nos nossos primeiros passos da fé, depois meu caro, temos que andar com nossos próprios pés, e muitas vezes sozinhos, mas fé é isso mesmo: peregrinação, autoconhecimento contemplação silenciosa e por ultimo irmandade de sentimentos comuns a um mesmo Deus.

    E saiba que por mais equivocados que muitos estejam sobre Deus, cada um tem a sua capacidade de vê-lo conforme a suas estruturas, por isso o mandamento é esse: “ame a Deus com todo o seu entendimento”, ou seja, cada um tem uma capacidade de entender Deus e deve amá-lo no Maximo do seu entendimento.
    Quando você via Deus como um ser que é exclusivista e tribal que só abençoa e salva do inferno apenas os crentes, você em sua infância o amava, Agora que você sente que o amor de Deus deve ser muito mais abrangente é universal, excluído somente aqueles que se alto se excluem em sua perversidade consciente, mas salvando milhares de pecadores que jamais seriam aceitos como pessoas que são salvas, pelo entendimento legalista dos evangélicos, ame-o ainda mais.

    Há! um conselho pratico! Saia desta igreja e procure uma bem maior e razoável, nem que for somente para você desfilar cheiroso e bem arrumado nos corredores, pois ficar no meio de uma gente dessa você vai adoecer da alma.

    ResponderExcluir
  4. Agradeço a Deus por não estar só na guerra contra o farisaismo. depois de muitas pancadas de porqueiros mais forte que nunca "Tudo posso naquele que me fortalece" incrivel a palhaçada gospel ...Ora vem Senhor Jesus, hoje encontro mais facilidade de pregar dizendo "Eu odeio a igreja!", congrego porque amo Senhor e estou muito a fim de perturbar,tenho levado pessoas aos pés de Jesus dizendo isso pode acreditar?
    Graças a Deus hoje congrego numa onde mais que ovelhas estamos sendo ensinados a ser Adorador e completamente cegos e confiantes no amor e poder Daquele que tudo fez.
    Fui espulsa uma vez de uma igreja, desvie-me de tão ferida que fiquei, voltei pra outra fui excluida do ministério de louvor sofri como uma desgraçada (louvar a Deus é meu mauior prazer) desvie-me novamente (dodói demais, isto não é postura de um soldado), fiquei brava com a injustiça na "casa do senhor" resolvi fazer bagunça. Sou contra e grito contra qualquer doutrina que não seja a do Amor eterno, infinito, imutável, transformador e libertador de Jesus Senhor e Salvador.

    ResponderExcluir
  5. OBS Muito bem feito por tudo que passei, ninguém mandou acreditar em Moisés muito bem feito tinha mais é que vagar no deserto mesmo.Meu pastor é Jesus é Ele quem fez e faz tudo, Ele que sara minha história estava tudo embaixo do meu nariz (cega)o Espirito Santo estava o tempo todo ali falando,eu quem falava alto demais e não podia ouvir Sua voz.Espirito Santo querido te amo tanto...

    ResponderExcluir
  6. Querido Marcio permita-me;

    Amigo Bruno procure uma igreja a onde se sentirá melhor; perfeita não existe. Faço um exercio todas as vezes que vou á igreja me proponho Adorar á Deus independente das circunstâncias e olha que ainda faço parte da igreja que o Marcio congregava.

    A Biblia fala de Daniel, seja simbolo ou fato, não importa,

    A historia conta que Daniel, Hananias Misael e Azarias, jovens Hebreus que foram levados cativos para a Babilônia, á saber mudaram seus nomes, tentaram impor sobre eles costumes pagãos, porem não foram contaminados; Daniel inclusive mesmo estando longe da sua terra vivia como se lá estivesse, adorava ao Deus de Israel tendo como referência uma janela voltada para Jerusalem.

    Em qualquer lugar que estejamos o nosso coração é o local da verdadeira adoração. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Bruno, seja bem vindo ao mundo dos que pensam!

    Observei que no seu desabafo ao meu irmão Marcio, você diz que por estar já um dúvida se a culpa era sua, acabou procurando na internet alguma referência à frase "não acredito em milagres", e acabou nos encontrando.

    Fico feliz de saber que nossos artigos têm podido ajudar nossos irmãos em Cristo.

    Pois bem Brunão, você agora é livre, aliás, você sempre foi livre mas não tinha ainda se dado conta. Você era como um passarinho criado em uma gaiola, e que durante muito tempo, a porta esteve aberta mas você nunca fugiu.

    Talvez nunca fugiu porque não sabia como seria a vida do lado de fora.

    Pode ser que nunca tenha fugido porque não sabia se encontraria outros pássaros iguais a você, voando livremente do lado de fora da gaiolinha protetora.

    Mas tem sim viu mano?!

    Tem passarinhos de todas as espécies. Cada um com uma peculiaridade, mas todos tem algo em comum...


    São livres!

    Essa liberdade foi nos dada pra aproveitarmos irmão.
    "Vim para que tenham vida, e vida com abundância"

    Você aqui fora pode ser devorado por uma serpente (a vida), mas é o preço da liberdade maninho. Vale a pena correr todos os riscos aqui do lado de fora. (fora do paradigma)

    Novamente te digo:

    Seja bem vindo!

    Abraços Bruno

    ResponderExcluir
  8. Bom, o que dizer se o Gresder e o Edson disseram tudo? e a experiência da Adriana também ilustra o problema?

    Não vou repetir minha experiência pois é bem parecida com a deles. Mas repito o que disse o Edson: bem-vindo à liberdade.

    Jogue fora a pior coisa que detona nossa existência: a culpa.

    Não sei a sua idade nem sua maturação espiritual, por isso, siga o conselho do Márcio e do Gresder: procure uma igreja mais equilibrada, elas ainda existem.

    Procure uma igreja histórica: presbiterianas, batistas tradicionais; se ainda for apegado ao petencostalismo, procure uma Assambléia de Deus histórica.

    Não que essas igrejas sejam perfeitas, longe disso...mas pelo menos, ainda conservam uma certa distância desse cristianismo evangélico de mercado que está por aí.

    Fazendo isso, cresça mais, amadureça mais, estude mais. Leia os blogs do pessoal que você vai encontrar por aqui, até que um dia você vai entender (se ainda não entendeu) que seguir Jesus é um projeto de vida e que não tem nada a ver com a instituição "igreja evangélica".

    Sinta-se abraçado

    ResponderExcluir
  9. Bruno "jovem evangelico"9 de dezembro de 2009 10:53

    Olá, gostaria de agracer a todos pelo apoio , posso dizer que estou dando grandes voos desde que sai da "gaiola" , "tenho poucas certezas, algumas percepções e muitas dúvidas" como diz o marcio em um de seus posts, outrora fui um jovem evangelico que muito queria agradar a Deus por medo, por bençaos, por afirmaçao social etc... Hj em dia agrado ao meu Deus unica e exclusivamente por AMOR ! Sabendo que a sua graça é universal e abrangedora. Aprendi lendo nao só os posts mas lendo com mais vontade a palavra , o verdadeira amor de Deus! Me libertando de ritus religiosos, onde para eles o "importante e estar participando de tudo na igreja", acredito que essa nao seja a essencia do Reindo de Deus. De que adianta passar a vida toda na igreja se estamos querendo em tudo barganhar com Deus? De que adianta sermos obrigados a fazer muitas vezes coisas que nao queremos? se nao fizermos por amor nao de nada valerá !

    Amados irmãos ainda tenho ...poucas certezas, algumas percepções e muitas dúvidas.

    Um forte abraço a todos !

    Bruno

    ResponderExcluir
  10. Brunão, bem vindo ao clube dos que tem poucas certezas, algumas percepções e muitas...muitas dúvidas.

    Fique em paz irmão!

    ResponderExcluir
  11. Meu amigo e irmão Bruno, obrigado a você, pela oportunidade e privilegio que me deu de servir a Deus e ao seu Reino – pois, servimos a Deus quando servimos ao outro, pois Deus esta em mim e no outro.

    Lembre-se: Precisando de qualquer coisa, se estiver ao nosso alcance, estamos aqui para te ajudar.

    E como bem disse o Edson: “bem vindo ao clube dos que tem poucas certezas, algumas percepções e muitas...muitas dúvidas.”

    Valeu e um abraço

    Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

    ResponderExcluir
  12. Seus falsos profetas, raça de viboras, enganados e vendados por satanas(ja derrotado). Esse outro evangelho nada mais é do que o diabo, sendo assim quem o segue se torna falso profeta, muito cuidado pra vcs q blasfemam contra a bíblia. Não é essa a verdade sobre o Santo e Altíssimo Deus.

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião.

Mesmo que você não concorde com nossos pensamentos, participe comentando esta postagem.
Sinta-se a vontade para concordar ou discordar de nossos argumentos, pois o nosso intuito é levá-lo à reflexão!

Todos os comentários aqui postados serão respondidos!