terça-feira, 16 de março de 2010

"Arrebatados"

Por: Edson Moura

Ensinaram-me que um dia, todos os “crentes fieis” seriam arrebatados desta Terra, para enfim, habitar nos céus com Deus. Não sei bem ao certo, quando foi que deixei de crer nesta fábula (se é que um dia acreditei de verdade). Mas hoje muitos esperam ansiosos por este grande evento....mas que mentira!


Qualquer cristão honesto, sabe que na verdade, não quer ser “arrebatado”...pelo menos não antes de viver um grande amor, de desfrutar dos lucros de seu trabalho, de andar pelo menos 10.000 km com seu carro novo...entre outras maravilhas que só se encontra aqui na Terra (vida).

“Eu não quero ser arrebatado nunca!” Pois Jesus, o filho de Deus, entregou-se para que vivêssemos aqui, uma vida com abundância. Abundância de sentimentos, intensidade nos relacionamentos, prazeres inerentes ao homem que arrisco dizer: “Não se comparam com as coisas mais surpreendentes que nos fora reservado na “vida eterna”.

Tribulação? Sempre teremos. Os apóstolos passaram pela tribulação e não foram arrebatados dela, pelo contrário, tiveram mortes horríveis.

No século XXI, era da informática, revolução científica e tecnológica, fica mais difícil ainda acreditar que haverá de fato essa tal “tribulação”. É claro, os pastores sempre irão bater nesta tecla, pois é necessário que os fieis tenham medo, vivam apreensivos, aguardando um suposto arrebatamento ou segunda vinda de Cristo.

Pânico incutido na mente dos mais tímidos...este é o meu pensamento a respeito do que se “prega” hoje sobre escatologia.

Não tenho medo do “inferno”, assim como não vivo almejando o céu. Talvez..e eu disse TALVEZ, eu seja surpreendido, mas não acho que fará muita diferença, pois creio em Deus, e o amo pelo que Ele é, ou seja, criador. Creio em Jesus pelo que ele foi...a saber...filho de Deus, totalmente esvaziado, habitando entre os homens...como HOMEM, ensinando preceitos que transcendem os milênios.

Não vejo implicações no que diz respeito a se crer assim, afinal de contas, fujo das barganhas com Deus...nego-me a ser o “escolhido do Senhor” num mundo Caótico e escasso de utopias. Não oro pedindo bênçãos, nem o sirvo para receber galardão. Deus é amor, e quando me dei conta deste amor, percebi que era livre. Me considero um escravo alforriado que ouve seu senhor dizendo: Vá! Você é livre agora!

Então eu digo: Não! Quero continuar servindo (crendo), pois sou grato pelo que me fez!

Mas em contra partida, a maioria (vejam que não estou generalizando) pensa assim: Deus diz...venha filho, sirva-me por favor. Terá tudo o que quiser! Sararei sua terra...abençoarei sua prole...nenhum mal chegará a sua tenda...serás arrebatado enquanto os outros serão deixados para sofrer! No que o fiel responde:

Tá bom Senhor...mas olha, vou cobrar tudo que me prometera hein?!

Quero comer o melhor desta terra, quero ser cabeça e não calda, afinal, sou filho do “Senhor dos exércitos” e “tudo posso naquele que me fortalece!” Não aceito nada menos que o melhor!

Lamentável!!!

Criticam a mim e ao Marcio pelo que escrevemos...e pela forma como cremos. Mas na verdade não enxergam que nosso relacionamento como Deus é:
“Sem barganhas”

65 comentários:

  1. Querido EDSON,

    Tenho a oportunidade de ser a primeira a comentar este maravilhoso ensaio, mas estou aqui para uma outra função...rs....depois eu me retorno para comentar..

    Espero que o amigo Marcinho não brigue comigo, mas....

    Quero desejar à você Edson, um FELIZ ANIVERSÁRIO!!

    Felicidadesssssssssss de montão no seu coração!!

    Beijos meu anjo!!

    ResponderExcluir
  2. PAULINHA

    Na verdade não vou brigar não, eu vou até te agradecer por tornar público o aniversário do Edson, pois isto vai ajudar a amenizar as criticas contra o texto dele. rsrsrsrs

    Meu mano Edson, feliz aniversário, espero que sejas muito feliz ao lado da paulinha.
    Que seja eterno em quanto dure este amor, que dure para sempre!!!

    Abraços mano

    ResponderExcluir
  3. Mano Edson,paz!
    Sobre o arrebatamento, creio sim nessa "fábula", não pq um pastor me disse, mas pq o Grande Pastor me falou.Já faz algum tempo que não acredito mais em ninguém além Dele, isso inclui você e os demais homens, inclusive eu. Mas não vivo por causa disso.Como vc, vivo o dia chamado Hoje por amor e gratidão por Ele.Outro ponto que você coloca é sobre a barganha.Sim,de fato o que move as igrejas é a barganha,mas Jesus nunca me proibiu de pedir Dele algo,muito pelo contrário, Ele nos incita a pedir e nos ensinou a pedir em seu nome.Não preciso escrever o que peço, mas muitas coisas Ele tem me agraciado.To barganhando?De forma alguma, pois Ele me dando ou não, sou grato a Ele por tudo, pois tudo coopera para o bem daqueles que que O amam.
    Se sou escolhido Dele?Sim, sou, pois Ele escolheu os seus apóstolos e Ele também me escolheu.Não porque sou um thuthuquinho,rs, mas Ele quis assim me escolher para se revelar a mim.
    Sabe, um coisa tenho percebido entre os da confraria, muitos dizem escrever contra a teologia, mas estão, muitas das vezes, escrevendo contra as palavras Dele e "não percebem".
    Depois da acidez vem a douçura,kkkk. Parabéns mano, felicidades e que o Senhor abençoe você e seus filhotes.Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eis que é chegado o Reino de Deus. Quem está em Cristo, já vive, e não morrerá.

    Nossa esperança é a redenção, que começa no dia de Hoje. Não adianta esperar uma vida eterna futura, pois ela deve ser iniciada agora.

    O restante, só saberemos depois, quando partirmos desta para a próxima.

    ResponderExcluir
  5. Edson Noreda Somu;

    Feliz aniversário meu mano!!!

    Quanto ao texto; fui arrebatado...rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Prezado Noreda Edson

    Quero parabenizá-lo nessa sua data especial, e desejar-lhe tudo de bom, menos, é claro ser arrebatado.

    Não tenho ouro nem prata para te oferecer nesse momento. Apenas gostaria que fizesses junto comigo, essa oração a Deus:

    "Se eu te adorar por medo do inferno, queima-me no inferno. Se eu te adorar pelo paraíso, exclua-me do paraíso. Mas se eu te adorar pelo que Tu és, não escondas de mim a Tua face”. (Rabia 800 D.C.)


    Um forte abraço (sem barganhas)


    Levi B. Santos



    P.S.: Gente, o que foi que aconteceu com o Gresder? Desapareceu das salas de pensamento? POR QUÊ?

    ResponderExcluir
  7. Querido NOREDSON, rs

    Sua Fala:
    "Não sei bem a certo, quando foi que deixei de crer nesta fábula (se é que um dia acreditei de verdade). Mas hoje muitos esperam ansiosos por este grande evento....mas que mentira!".

    Minha Fala:
    Eu entendo perfeitamente a sua colocação e habilidade em tentar transmitir a mensagem de que têm muitos "fiéis crentes" se iludindo demais, em uma coisa (Fábula?!) que pode ou não ser verídica.

    Mas o que me faz indagar ainda, é a sua afirmação: "Mas que mentira!". Não creio ser mentira, mas também não creio ser verdade....apenas encaro a questão do Arrebatamento, como uma coisa incerta, assim como o futuro.

    O que faz muitos acreditarem no tal arrebatamento?! Não estou generalizando, mas creio que uma boa parte pensa assim...

    Jesus nos deixa escrito que Ele voltará, e no lugar onde o Pai dEle faz morada, existem muitos aposentos para nós. (Esta é palavra selada, e não há o que discutir)....Quem crê na palavra, pode até duvidar de alguma coisa que é incerta, mas a crença faz crer no que está escrito, e ainda mais, crer no que foi escrito pelo nosso Criador.

    Eu não sei se existirá este tal arrebatamento, e também nem me preocupo com isso....eu quero viver a minha vida, e se algum dia eu for escolhida para viver no "Inferno?!" ou "Céu?!"....também o que vou poder mudar?! Simplesmente NADA. Pois infelizmente, duvidando ou não do poder de Deus, Ele ainda domina todas as coisas sobre nós...

    Porque dEle e para Ele são TODAS as coisas.....

    Concordo com esta sua Fala:

    "Criticam a mim e ao Marcio pelo que escrevemos...e pela forma como cremos. Mas na verdade não enxergam que nosso relacionamento como Deus é: “Sem barganhas”...".

    Eu jamais os criticaria, pois não espero demais por um Deus, que diante dEle tenho feito de menos....
    Não devemos apenas esperar e esperar......
    Devemos semear, plantar...para depois colher!!

    Mas quando falo "colher", me refiro aqui neste mundo mesmo....Que plantemos o bem e as sementes dos frutos da boa ação, para mais tarde, saborearmos aquilo que é digno de nossas plantações!!

    Beijos!!
    Parabéns pelo ensaio...

    ResponderExcluir
  8. Amigo MARCINHO,

    Pode dar o seu palpite...porque no fundo no fundo, eu sei que os seus dedinhos devem estar até coçando para "esparramar" estar teclas aí do seu pc, e me detonar!! hahahah....

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. É Claro que não fui arrebatado, ainda...rsrsrs

    Meu querido Irmão Edson, tenho feito inumeras reflexões á respeito da nossa religião e tenho concluido que estavamos presos e hoje estamos livres. Não espero o arrebatamento da "igreja" nem a volta de Cristo penso que esta volta de Cristo é particular, ou seja, quando eu morrer é possivel que meu espirito se encontrará com o de Deus ou não, não sei e nem quero me preocupar com isto eu quero mesmo é viver, eu quero mesmo é amar. Forte Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Estou com saudades de você rapaz vê e aparece. (pessoalmente e lá na minha sala virtual).

    ResponderExcluir
  11. Paulinha..meu amor, quando exclamo: "que mentira!"...não estou me referindo ao ato do arrebatamento, pois embora eu não acredite...jamais seria tão grosseiro ao ponto de não ser comedido em minhas palavras.

    A mentira à que me refiro, é a pessoa que diz estar ansiosa para ser arrebatada...isto sim eu chamo de grande mentira. Parafraseando uma indagação de Charles Spurgion: "Satisfeitos com o mundo...nos contentamos em ficar sem o céu".

    É claro que a conotação que ele quis dar nesta frase, era de crítica..mas eu a interpreto hoje...décadas depois, como uma das maiores verdades já ditas por um homem de Deus...de nosso tempo é claro!

    Beijão minha flor!

    ResponderExcluir
  12. Jair meu menino, obrigado por me felicitar nesta data tão importante para mim...pois como alguns não sabem, "des-faço" hoje 31 anos de vida...e este último foi um dos mais importante, pois depois da turbulência de 2009, estou resurgindo para a vida em 2010.


    Adorei seu ponto de vista sobre a questão do arrebatamento e encontro com Cristo...parabéns sua observação foi precisa.

    Abração meu amigo..e logo mais apareço, por aí (blog e casa)

    Ps. Se você for arrebatado, posso ficar com seu micro? kkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Marcinho meu "Jônatas", obrigado por se "lembrar" de meu aniversário (pode agradecer à Paulinha rsss).

    Mas cadê seu comentário sócio..afinal você é pós-tribulacionista né?kkkkk

    Brincadeira gente!

    Abraços mano!

    ResponderExcluir
  14. Caramba Leví, não conhecia este belo poema...mas veja que interessante:

    Há cerca de 7 anos, eu falei algo parecido para um amigo chamado Marcio..e acredite, na época ele quase me chamou de ateu!rsss

    Leví, a primeira etapa de minha caminhada rumo ao "não sei oquê", foi deveras confusa (ainda é) mas precisei deixar de crer em algumas estórias da Bíblia, para crer em Deus...paradoxal mas é verdade!

    Hoje estou tranquilo, mas outrora esses pensamentos massacravam-me, ainda mais por ser diácono em uma igreja neo-pentecostal.

    Obrigado Levi!

    ResponderExcluir
  15. Edinelson meu maninho, sabe que respeito suas opiniões..mas não posso acreditar que elas sejam plausíveis.

    Não acho errado você acreditar que será arrebatado..nem que Deus olha pra você (de forma especial por ser escolhido), sei que amadurecerá e começará a ler a Bíblia, dentro e fora de um contexto histórico, só então verá que muita coisa dita naquela época, eram metáforas...fábulas...elegorias...parábolas..oucomo queiserem chamar os entendidos de hermenêutica biblica!

    Agora, dizer que escrevemos contra a palavra de Jesus...acho um exagero de sua parte mano, pois o fato de não aplicarmos à vida alguma coisa que achemos ser incontextualizável, não quer dizer que estamos contra o Filho do homem..apenas pensamos 20 séculos à frente.

    Acredito que também não gostará de meu próximo artigo, pois falo justamente sobre esta forma errônea de "interpretar" textos metafóricos.

    Obrigado irmão...mas até agora ninguem falou nada de mandar um bolo via sedex pra mim!rsss

    Esse confraternos!!!

    Beijão Ed..e beijão no bebê!

    ResponderExcluir
  16. Valeu Gabriel! É isso que espero dos irmãos..que vivam com plenitude esta vida..e o resto...deixa pra depois..afinal preocupação não acrescenta um côvado às nossas vidas!

    Abraços maninho!

    ResponderExcluir
  17. Querido Edson;

    Pode sim, mais se vc for primeiro me deixe uma procuração por escrito me dando posse do seu Notbook...rsrsrs

    ResponderExcluir
  18. Querido Noredson, meu amigo e permanente fonte de inspiração e reflexão

    Verdade que muitos, "esperando o arrebatamento" vivem como se assim não fosse. Buscam, evidentemente, a felicidade nesta "terrinha de meu Deus" e, caso haja realmente outra vida, viver lá também, com mais felicidade, paz e tranquilidade ainda!

    Concordo que "[...] Jesus, o filho de Deus, entregou-se para que vivêssemos aqui, uma vida com abundância [...] abundância de sentimentos, intensidade nos relacionamentos, prazeres inerentes ao homem [...]". Todavia, a minha "cosmovisão" não me permite sinceramente imaginar que este é o "porto
    almejado", o destino final da raça humana - ou do que se habitou a chamar de "almas humanas". Apesar de meus devaneios muitas vezes se misturarem com as minhas crenças e eu não saber seperá-las muito bem, creio mesmo - neste momento -, que esta vida na Terra é uma fase, um estágio e que iremos "um
    pouco além" desta vida. O Universo é infinito, Noredson, para que pensemos em ficar para sempre aqui nesta aldeiazinha chamada Terra!

    Claro que não podemos/devemos ver a possibilidade do "arrebatamento" como mera fuga aos problemas e desilusões desta existência. Não entendo ele assim, mas como uma consequência pra lá de natural a um ciclo que, a meu ver, não terá fim jamais - nossa existência imaterial.

    Verdade também que a Bíblia sempre foi usada em parte para privilegiar determinadas classes de pessoas em detrimento a outras. Porém, isso não invalida uma série de verdades contidas nela.

    Fica difícil falar da "minha relação com Deus", pois eu mesmo sou Deus!. Fato é que Deus habita em mim, em algum lugar entre o alto da minha cabeça e as plantas dos meus pés. Ele vive em mim em "plano de fundo". É Ele a minha "terrível" consicência, aquela que me guia e me faz não ser tão mau quanto o demônio que também há em mim, em outra parte, gostaria que eu fosse.

    Parabéns pelo instigante ensaio. E vê se aparecesse ali "em casa", Edinho, meu filho!!

    Forte abraço em todos (as)!

    ResponderExcluir
  19. Isaías meu querido, Valeu pela contribuição!

    Olha se pensa que só viverá esta vidinha aqui na aldeiazinha chamada Terra e morrerá...está enganado.

    Eu sei pra onde vamos...já me foi revelado!
    Mas não posso dizer ainda...me foi tirado o direito de compartilhar da experiência que tive.

    kkkkkkkkkkkkk!
    Tá vendo Isa! É assim que se cria um mito!rss

    Beijãp mano...logo mais passo por "lá" pra comentar!

    ResponderExcluir
  20. Olá Edson,

    A teoria do arrebatamento nada mais é que um mecanismo de fuga, um tipo de escapismo dentre tantos outros criados por cristãos, até piedosos, mas que no fundo produzem, como diria Nietzsche, um "platonismo para o povo", ou como Marx, o "ópio do povo". Não é a toa que foi justamente no século XIX, que o advogado irlandês anglicano John Nelson Darby (1800-1882), acrescentou uma pitada criativa ao método do padre espanhou contrareformador Francisco Ribera (1537-1591,) que criou, a mando do vaticano, o método "futurista".

    Não crer no arrebatamento não é só questão de afirmação de uma mente científica, mas de bom senso e reverência com as Escrituras. Além disso, uma boa olhada na história pode desanuviar a percepção de quem se sente impelido a crer que vai subir secretamente a qualquer momento, pois, é possível perceber os interesses escusos motivadores de muitas vertentes teológicas e filosóficas.

    Muitos na ânsia de ganhar o céu perderam a terra, e o bonde da história.

    Abraço,

    alex carrari

    ResponderExcluir
  21. Edson

    É preciso ter cuidado para não se tornar um "pensador fanático", apenas o correspondente intelectualizado ao "crente fanático".

    Sim, em relação ao Universo a Terra é só mesmo uma "aldeiazinha", e não há como contestar este fato. Se eu, observando esta verdade creio que há algo mais a nos aguardar, não posso ser tomado por um "tolo".

    Dane-se que há milhões de pessoas que crêem no "céu" como uma fuga, um escape para as mazelas desta vida e de suas próprias vidas, eu creio num "céu" porque isto simplsmente é LÓGICO, RACIONAL e PREVISÍVEL.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Olá Alex!
    Sabe o que me causa mais temor Alex?

    É que quando falo ou escrevo sobre isso com alguns irmãos...a primeira coisa que ouçõ é:

    "Está dando lugar ao diabo"

    Lamentável mas é o que acontece!

    Abraços mano!

    ResponderExcluir
  23. Isaías...eu não quis ofendê-lo..muito menos chamá-lo de tolo irmão...apenas usei uma metáfora para ilustrar o comentário.

    desculpe-me pelo equívoco...não se repetirá!

    Abraços mano!

    ResponderExcluir
  24. Nem vou entrar na questão do Lógico...racional e previsível...criar-se-uma celêuma.

    ResponderExcluir
  25. Mano Ed.

    Respeito sua opinião, apenas não concordo com ela. rssrsrs

    Sua fala: "Sim,de fato o que move as igrejas é a barganha,mas Jesus nunca me proibiu de pedir Dele algo,muito pelo contrário, Ele nos incita a pedir e nos ensinou a pedir em seu nome".

    Minha resposta: Claro que Ele nos proíbe de buscarmos bençãos materiais! Não se lembra que além dele dizer que devemos buscar o reino de deus e sua justiça que as demais coisas seriam nos acrescentadas, ele ainda chama que pede benção material de pagão.
    Agora o que ele nos incentiva a pedir e o seu reino e justiça.

    Outrossim, o pedir tudo em seu nome que recebereis não é riquezas materiais não, até porque pelo sem números de campanhas de oração por riqueza que as igrejas fazem, os Brasileiros já teriam ficados ricos, mas o que vemos e justamente o contrário, segundo o IBGE os que mais ajuda financeiramente as religiões, são os crentes, no entanto, são ainda os mais pobres.

    O pedir tudo em meu nome, não é pedir egoisticamente, antes o pedir em seu nome é pedir como ele pediria, neste caso mano Ed, lamento te informar, mas Jesus nunca pediu livramento, benção materiais, antes orava sempre em pró das pessoas.


    Sua fala: "Se sou escolhido Dele?Sim, sou, pois Ele escolheu os seus apóstolos e Ele também me escolheu.Não porque sou um thuthuquinho,rs, mas Ele quis assim me escolher para se revelar a mim".

    Minha resposta: Como é fácil e confortável acredita na doutrina da predestinação sendo um dos predestinados. (Ou pelo menos acreditando ser.)
    Mas se eu fosse você teria vergonha de dizer que sirvo um deus que me predestinou para o céu, enquanto bilhões Ele condenou de antemão para queimar no inferno.
    Que deus mais medíocre e parcial é este, que decide favorecendo alguns em detrimento de outros tantos.

    Sua fala: "Sabe, um coisa tenho percebido entre os da confraria, muitos dizem escrever contra a teologia, mas estão, muitas das vezes, escrevendo contra as palavras Dele e "não percebem".

    Minha resposta: Não escrevemos contra Ele, pois ele mais do que ninguém é totalmente a favor da vida, quem estar a favor da vida, independente da religião, raça e posição social, esta ao seu lado, pois mais importante do crer corretamente é ter atitudes certas.

    O que questionamos muitas vezes é o entendimento que os apóstolos tinham e que levaram eles a escrever sobre Jesus.

    No demais, depois da acidez vem uma pequena doçura (rsrsrsrs)..........um beijo em você, na sua esposa e em seu filhão - alias, é menino ou menina? Qual o nome??

    ResponderExcluir
  26. PAULINHA

    Você acertou... e como você liberou, então passo a comentar o seu comentário. rsrsrsrs

    Sua fala: "Não creio ser mentira, mas também não creio ser verdade....apenas encaro a questão do Arrebatamento, como uma coisa incerta, assim como o futuro".

    Minha resposta: É verdade ou mentira?? É impossível ser as duas coisas!!
    Na verdade o que eu pude perceber é que você acredita sim, com toda a sua alma na tal fabula do arrebatamento, mas para não contrariar o seu grande amor, você ficou no meio.
    Pode falar a verdade, acertei de novo, não é mesmo?? rsrsrsrsrs

    Sua fala: "Jesus nos deixa escrito que Ele voltará, e no lugar onde o Pai dEle faz morada, existem muitos aposentos para nós. (Esta é palavra selada, e não há o que discutir)....Quem crê na palavra, pode até duvidar de alguma coisa que é incerta, mas a crença faz crer no que está escrito, e ainda mais, crer no que foi escrito pelo nosso Criador".

    Minha resposta: Paulinha lamento te informar mas quem escreveu a palavra não foi o criador e nem mesmo Jesus, mas sim os seus discípulos posterior aos acontecimentos narrados, isto porque é bastante discutido, pois muitos críticos estudiosos falam que não foi os discípulos, mas outras pessoas, sem contar que há um cem números de evangelhos que não foram aceitos pela igreja. E mais ainda, o novo testamento foi juntado e terminado pelo imperador Constantino que era pagão, por causa de uma jogada politica, assim aumenta muito mais as duvidas, do que esta escrito foi realmente escrito do modo como se pensa hoje, ou não foi adulterado.

    Sua fala: "Eu jamais os criticaria, pois não espero demais por um Deus, que diante dEle tenho feito de menos".

    Minha resposta: Esta logica é a logica neurotizante da causa e efeito, que precisamos fazer para deus nos dá, não pecarmos para deus não nos punir.
    Paulinha se acreditarmos no amor deus que é ágape, ou seja, incondicional, logo portanto não há barganhas a se fazer, ou punição a si temer.


    Abraços

    ResponderExcluir
  27. Perguntar não ofende certo?

    O que o Isaías vê de lógico, racional e previsível na ideia de um céu fora daqui?

    Só podemos estabelceer diálogo com o que se sustenta sobre esse tripé?

    Aliás, o que é racional?

    Se quando pensamos em racional temos em mente o modelo cartesiano, então o que Rorty, James, Dewey e companhia, nos legaram deve ser deixado de lado e vamos viver o velho e desnecessário cisma entre ciência e fé.

    Continuemos a pensar, pois temos muito trabalho pela frente.

    Abraço ao Isaias, Márcio e Edson.

    Alex

    ResponderExcluir
  28. Parabéns "atrasado" Noredson, rsrsrs.

    Gostei do seu texto no ponto de vista em que observo pela janela.

    Mais o que dizer de Enoque, ou Elias... Sr. Marcinho e Sr. Noredson. Aparentemente eles foram arrebatados ou apenas "sequestrado".

    Que duvida cruel!!! rsrsrs.

    E assim termino com a frase de Gibran "Se o Inverno dissesse: "A Primavera está no meu coração", quem acreditaria no Inverno?

    Um beijo, "como osculo" para o Noredson.

    Qualquer coisa entre em contato, hubnerbraz@hotmail.com

    Até a próxima, confraternos que estou aprendendo a amar a cada dia. "Que puxação de saco, rsrsrs!"

    Hubner Braz

    ResponderExcluir
  29. Este post e a poesia do Jair foram os textos mais agradaveis a fáceis de ler esta semana. Pois desceram redondo na garganta.

    Porem apesar de eu sentir o mesmo que li, pois li com satisfação o texto, uma coisa me preocupa!

    E as provas ? E as evidencias? Não é simples assim negar e dizer que a esperança dos outros é tudo um "mito" sem desmitologizar, ou seja sem provar como o mito se formou e se imortalizou até nos.

    Não dises Jesus que os homens teria medo das ondas do mar ( Tsunami ) e não disse mais muitas coisas? E toda escatologia esta fundada em previsões que se fizeram no passado, acaso você que nega pode provar o porque estão errados?

    Eu não creio ARREBATAMENTO mas num provável milênio depois de uma grande tribulação.

    Explico: a terra esta entrando em uma fase de movimento e transição natural pelo seu movimento interno como também esta sendo degradada pelo homem. Isto foi visto e previsto no passado, mas para mim nos já estamos nesta tal grande tribulação cuja período demore não sete anos, mas mas talvez setecentos anos, tempo suficiente em que o mundo entrará em Colapso para depois recomeçar uma nova era de reabilitação natural do planeta ( ou Milênio ) coisa que já aconteceu varias vezes na terra.

    ResponderExcluir
  30. Hubner meu "garoto-recitador-de-poetas-e-filósofos-novos-e-antigos"rsss Essas suas perguntas são fáceis demais de responder meu maninho querido...mas no entanto não vou responder...pois acredito que, assim como eu...você ainda precisa muito "ler" a Bíblia...mas com os olhos do século XXI.

    Demorei muito pra digerir algu mas idéas que brotavam na minha mente..e te digo uma coisa: Pegar atalhos ou como dizem os mais jovens "o bonde andando"...talvez não seja bom...pois os conflitos serão bem piores.

    Mas já que falei em ler Bíblia, deixe-me contar algo pra você que gosta tanto de pensamentos reflexivos.

    "Hoje em dia, não são os nossos textos biblicos que precisam de desmistificação, mas, sim, nossas maneiras de lê-los"

    Precisamos na verdade desconstruir os textos. A desconstrução desfaz o leitor, uma vez que expõe as forças ocultas não só no texto, mas também na leitura. A desconstrução desmistifica...e complica o processo de leitura ao mostrar que nossos hábitos naturais de leitura são, de fato, produtos culturais, institucionalizados e historicamente condicionados.

    A leitura não é imparcial...mas sim interessada!

    De certa forma não há nada de errado de o leitor ter certo interesse...na verdade, por que alguém desejaria ler se não fosse motivado por algum propósito?

    No entanto Hubner, o tipo de "interesse" em foco..deve ser algo diferente da mera curiosidade. É mais uma questão de termos objetivos concretos.

    Sendo assim, quais são os interesses que motivam sua leitura e interpretação dos textos biblicos?

    Abordamos muitas vezes os textos biblicos, com algumas presuposições em mente....as vezes histórico...outras vezes cultural...e outras vezes psicológicos, fora outros tantos interresses que nos fazem cair de joelhos...pegar a Escritura...e procurar respaldo...consolo...e por que não dizer..ÁLIBIS?

    Obrigado pelos parabéns atrazados...mas me diga uma coisa Hubner:

    Que história é essa de Noredson? De onde você conhece o Noreda? Rsss
    Abraços menino pensador!

    ResponderExcluir
  31. Gresdinho meu amigo sumido!
    Já estava me perguntando se você n~]ao tinha sido arrebatado...transladado...abduzido ou coisa do gênero.rsss

    Olha Gresder...provas "provas" eu não tenho de que não terá o arrebatamento. Mas também não existem provas de que existirá...correto?

    Pois se, as únicas provas são os escritos biblícos, eles não se sustentam muito nos dias atuais...pelo menos pra mim. (nem estou entrando na questão da fé)

    Ora Gresder..que desespero é esse de que o mundo vai se acabr? Tudo bem que as colatas polares estão derretendo...e que a crosta terrestre está sofrendo grandes mudanças com os ultimos terremotos...que os fenômenos climáticos estão cada vez mais intensos..e descontrolados...minha nossa! deixa eu parar por aqui...acho que o Gresder está certo!
    kkkkkkk

    Amigão...sabe que respeito sua opinião.
    Se acha que terá milênio...tudo bem.
    Se acham que terá arrebatamento...tudo bem.
    Se acham que O mar se abriu...serpente falou...Abraão ia mesmo matar Isaque...Jó foi provado por Deus...Também não tem problema algum.

    Apenas espero que respeitem minhas opiniões.

    Valeu mano!

    ResponderExcluir
  32. Edson e Alex

    É lógico racional e previsível que haja algo além desta vida na Terra simplesmente porque a Ciência sabe que o Universo é infinito e que isto aqui - a Terra - é somente "um grão de areia na imensidão do Cosmo".

    Abçs.

    ResponderExcluir
  33. Realmente,Edson, essa barganha dentro da igreja realmente é um negócio muito sério, veja bem , eu disse "é um negócio".Meu amigo , eu também não quero ser arrebatado antes dos 100 anos.Quero incomodar muito os "enganadores desse mundo tenebroso".Estou trabalhando muito mais sempre acho um tempinho prá ler as reflexões. Vocês estão de parabéns os comentários são balizados. Eu não entendo muito de igreja mais acho que elas deveriam pregar mais sobre esse amor que você sempre fala do que se perder em fábulas. Sou imensamente grato a Deus por estar caminhando(vivendo) nessa terra que com todo seus problemas ainda tem montanhas, cachoeiras um chopinho gelado e Chopin(Frédéric)....Não tem outra saida é o amor que faz com que as pessoas sejam mais humanas e faz com que o mundo seja melhor de se viver. Seja sempre feliz você é um cara que merece. Quem ama serve, quem não ama...
    Depois eu lhe mando um bastão de trekking pelo sedex.

    ResponderExcluir
  34. Edilson...você é sempre bem vindo aqui meu irmão...falando em chop gelado...rsss que delícia viu!


    Não se cala daí...que eu não me calarei daqui.
    Edilson..na início do outro evangelho...falávamos muito contra esses sofistas que estão por aí...enganando nossa gente. Mas depois de muito falar...cansei-me e parti para um novo modos operandis...a saber:

    Pensar em vóz alta!

    Abração meu querido!

    ResponderExcluir
  35. Querido MARCIO,

    Sua Fala:
    "É verdade ou mentira?? É impossível ser as duas coisas!!"....

    Minha Fala:
    Eu DISSE que NÃO creio ser verdade e NÃO creio ser mentira (E NÃO DISSE, que tanto pode ser verdade como pode ser mentira)...a questão do ARREBATAMENTO..

    Como posso crer que uma coisa é mentira ou verdade, se na verdade a tal coisa é INCERTA...

    Quando algo é incerto, não tem como denotar VERDADE ou MENTIRA....

    No caso o FUTURO, se me perguntarem:

    "É verdade ou mentira que existe o futuro?!"

    Eu apenas direi: Não sei. É INCERTO.

    Sua Fala:
    "...lamento te informar mas quem escreveu a palavra não foi o criador e nem mesmo Jesus"...

    Minha Fala:
    Eu sei perfeitamente que não foi nem DEUS e nem JESUS que escreveu a palavra, mas quando cito "...crer no que foi escrito pelo nosso Criador...". É através do Criador que estas palavras foram registradas (pois sem Ele não teria palavra e nem ensinamento a ser deixado, a não ser para contar as "Aventuras dos apostólos e discípulos..")...

    São os ensinamentos dEle para conosco, mesmo que o mesmo não tem escrito, mas é um registro deixado por vontade dEle.

    Creio também, que se amamos um Deus, que também nos ama de forma incondicional....não há "barganhas" a se fazer!!

    Sem mais palavras!!
    Obrigada por ser assim, pois estou aprendendo muito com você...rs..

    Beijos!!
    Muita paz.

    ResponderExcluir
  36. PAULINHA

    Meus parabéns, belíssimo comentário.....a cada dia que passa você esta evoluindo qualitativamente mais e mais.....

    No demais, sem mais a comentar, pois você disse dizendo tudo.....fico por aqui....sem tréplica desta vez (rsrsrsrsrs) , pois não há necessidade....todo os meus questionamentos para você, são no intuito de te levarem a reflexão.

    Abraços

    ResponderExcluir
  37. EDILSON TREKKING

    Muito obrigado pelo seu imenso carinho para conosco, e por sua disponibilidade de ler as nossas postagens e comentar.

    Eu também não quero ser arrebatado, para falar a verdade eu não quero nem morrer. rsrsrsrs

    Abraços

    ResponderExcluir
  38. ISAÍAS MEDEIROS

    Em uma conversa já algum tempo contigo pelo telefone, você me falou de outras logicas no universo, de que poderia haver mais vidas em outros planetas, sabe que eu também começo a pensar assim, pois não há bom senso de se acreditar que somos os únicos moradores neste vasto universo, acho sim que deve haver vidas em outras galaxias, planetas e cosmos, só não dá por enquanto para provar, sendo muito mais uma intuição do que certeza.

    Valeu mano e abraços

    ResponderExcluir
  39. GRESDER SIL

    Não há como provar a não existência do arrebatamento, por talvez ser mesmo não existente, como também o contrário.

    Em relação as supostas profecias dos acontecimentos futurísticos, sempre existiu na história da humanidade, dês de que o mundo é mundo, terremotos, tsunamis e outras centenas de catástrofes naturais.
    Essa nossa impressão de estar ocorrendo muito mais agora, e que estamos perto do fim, é porque hoje temos o recurso da alta tecnologia, que tudo que acontece lá do outro lado do mundo, consegue nos informar, ou seja, o que aumentou não foi as catástrofes naturais, mas sim as informações das mesmas.

    Outra coisa Gresder, quando e como escrevemos o que escrevemos, fazemos-o para nós mesmos e para a nossa fé, não necessariamente é obrigatório as pessoas pensarem que nem nós, pois o nosso intuito não é criar uma nova ortodoxia cheias de dogmas inquestionáveis, antes é fazer as pessoas refletirem, mas cada qual sabe o seu próprio caminho.

    Abraços

    ResponderExcluir
  40. HUBNER

    A cada dia que passa estou gostando mais de sua pessoa, ainda que não concorde com muita coisa que você fale, mas a graça esta mesmo na discordância, pois é justamente ai que aprendemos mais e mais uns com os outros, portanto fiquemos a vontade para discordar de ambos. rsrsrsr

    Em relação a Enoque e Elias, e os eventos sobrenaturais que envolveram a ambos, tem a seguinte explicação: Enoque, toda sua história e pessoa são apenas fabulas do povo Judeu, assim como em toda cultura tem as suas, eles (os Judeus) também tem, já Elias, sua pessoa de fato existiu, mas a história mistica não passa de mitico, ou seja, o arrebatamento que envolveram a ambos não passa de mito.

    Abraços

    ResponderExcluir
  41. ALEX

    Mais uma vez você foi brilhante em seus comentários, pois também penso assim, que o arrebatamento tão pregado e difundido, não passa de ópio para o povo, pois você chegar a um negro na época de escravatura e dizer para ele aguentar firme, que logo, logo ele seria arrebatado é um narcótico que o anestesiaria para não lutar e se revoltar contra aquela situação.

    A melhor interpretação para o reino é com certeza o aqui e o agora, pois o lá se de fato existir (e olha que eu nem estou entrando na discussão se é ou não é verdade) pertence a Deus, o que pertence a nós, e o agora, onde precisamos arregaçar as mangas e trabalhar para o futuro melhor, para nós, nossos filhos e toda humanidade, além é claro de lutar para preservar a terra.

    Abraços meu amigo

    ResponderExcluir
  42. JAIR

    Bela observação de que o arrebatamento é singular enquanto evento que acontece para cada individuo já no ato de sua morte.

    Abraços

    ResponderExcluir
  43. Mestre LEVI

    Gostei muito do seu belo poema, pois é profundamente reflexivo, pois o que aconteceria se de fato todo crente não cresse mais no céu e inferno, será que ainda sim continuariam amando e servindo a Deus???

    Muitos crentes criticam a Mim e o Edson, mas não percebem que nós temos mais fé do que qualquer crente, pois não cremos nem no céu e nem no inferno, no entanto ainda sim amamos a Deus.

    Abraços

    ResponderExcluir
  44. Meu muito amado amigo EDSON, desculpe os parabéns atrasado, pois nem mesmo o orkut eu tenho olhado ultimamente, senão, teria visto o dia do teu aniversário.

    Enfim, ainda sem computador, tenho que excluir algumas coisas, como ler e responder alguns dos significativos comentários aqui postados.

    Lá pelos dia 27 devo comprar um PC novo, então, me aguardem, pois voltarei a ser o rei dos comentários rssssss

    ResponderExcluir
  45. SOBRE O ARRABATAMENTO.

    Só quem foi crente evangélico nos anos 70 e começo dos 80 para dizer como a pregação da volta de Jesus era o tema principal das pregações.

    Era o tempo da guerra fria. A qualquer momento, uma ecatombe nuclear poderia destruir o planeta (ainda pode né?), mais naqueles tempos era quase palpável o desastre.

    Era o tempo das investigações sobre o anti-cristo e a besta. Os preferidos pelos doutores escatológicos eram a União Soviética, o papa, o comunismo.

    Eram estudos e mais estudos sobre o apocalipse. A escatologia era a rainha da dogmática. Eu, ainda pré-adolescente, muitas vezes tive pesadelos onde Jesus voltava e eu ficava. Um terror total.

    A pergunta retórica preferida pelos pregadores era: "Você está preparado se Jesus vier agora?" Olha, tem muitos anos que não ouço nenhum pastor ou tele-evangelista falar isso.

    Simplesmente porque nós estamos muito bem por aqui mesmo, firmados na teologia da prosperidade e nos sermões que prometem bençãos e mais bençãos.

    Ninguém mais quer para o céu. Pelo menos não agora.

    Ninguém mais quer ir para o céu.

    ResponderExcluir
  46. Agora, uma visão mais histórico-crítica da crença no arrebatamento.

    Jesus nunca pregou que ele iria morrer e depois voltar novamente. A missão de Jesus era trazer o Reino para a terra em seu próprio tempo, feito que como sabemos, não se concretizou. "Deus meu, Deus meu, porque me desamparastes?"

    O dilema de Jesus na cruz era o porquê ele corajosamente foi para a morte pelo ideal do Reino e o Pai não fez sua parte: não irrompeu de forma triunfante na história e decretou o fim de uma era de trevas.

    Como a utopia do Reino não veio com Jesus em vida, postergaram o Reino em uma segunda volta que nunca foi prevista por Jesus. E não foi prevista por ele porque era totalmente desnecessária do ponto de vista do seu projeto: Ele já tinha iniciado o Reino, cabia ao Pai, concretizá-lo logo depois.

    Tanto que uns 50 anos após a morte de Jesus, os cristãos se perguntavam o porquê da demora. E Paulo, para confortar os corações dos outros e talvez o seu próprio, escreveu que os mortos seriam ressuscitados e "nós, os que tivermos vivos, seremos arrebatados".(1 Tess)

    Ou seja, Paulo cria que ele seria arrebatado junto com muitos dos discípulos da sua época.

    ResponderExcluir
  47. MAIS UMA COISA: EDSON, DESCULPE POR TER POSTADO MEU TEXTO LÁ NA CONFRARIA UM DIA ANTES, DEIXANDO SEU TEXTO UM DIA A MENOS NA VITRINE. FALHA NOSSA, QUER DIZER, MINHA, RSSS

    Devo voltar ainda com esse tema

    ResponderExcluir
  48. "O dilema de Jesus na cruz era o porquê ele corajosamente foi para a morte pelo ideal do Reino e o Pai não fez sua parte: não irrompeu de forma triunfante na história e decretou o fim de uma era de trevas."

    Duduzinho eu tenho uma poesia sobre isso e voce vai adorar, só estou esperando a pascoa

    ResponderExcluir
  49. Edson eu o milénio que eu acredito não é de mil anos literais, mas sim a nova fase da Terra, como ela já teve outras muitas eras como as glaciais, ou quando os continentes eram grudados etc.

    Márcio é realmente convincente seu comentário, mas se dilui pela propia ciência que diz que a Terra esta numa fase de mudanças e também que o homem esta degenerando a natureza, portanto seu argumento não confere apesar de fazer pensar.

    Pois o nosso tempo é de uma conjuntura Geológica singular tanto como de mudanças da intervenção do homem moderno, as profecias são validas, somente a irterpretaçao é que é infantil.

    ResponderExcluir
  50. Isaías Medeiros meu irmão de esfera (Terra)!
    De fato eu não entendi seu comentário. Mas agora depois de umas re-lidas...continuo sem entender.rsss

    É claro, seus pensamentos vão além daquilo que eu consigo conceber na minha pequenês...pois observo que você de forma ainda um pouco confusa, acredita que existirá ou existe...outras formas de vidas...ou outras POSSIBILIDADES de vidas extra-Terra.

    Partindo deste pressuposto, você está coberto de razão, pois o universo realmente é infinito (Apenas por que somos limitados...pois sei que o universo tem fim), desta forma...como pode somente está minúscula "bolinha azul"...perdida na vastidão do Cosmo...ter vida inteligente?

    Respondo:

    Deus criou esta pequena esféra e nos colocou aqui para cuidarmos...e vivermos...e amarmos...

    Mas o homem...hoje só pensa em evoluirmos...progredirmos...predarmos.

    Isa, eu não acho que exista outras formas de vida...talvez porque na verdade..nunca me interessei pelo assunto...Mas Creio em Deus..e também creio que...se eu viver 50 anos por aqui...aproveitar ao máximo esta vida...e não morrer sem antes dar um abraço em cada um dos confraternos...morrerei feliz...e não precisa ter nada do outro lado.

    Beijão meu irmão!
    Ps.Este meu pensamento também é:
    lógico racional e previsível

    ResponderExcluir
  51. Eduardo...gostei muito dessa sua explicação para o motivo de Paulo ter falado o que falou...olha...sua sabedoria me assusta!

    Quanto ao fato de ter postado um dia antes...não precisa se desculpar...aliás, eu é quem agradeço, pois, estou sem tempo Edu..até pra escrever algum poema...coisa que gosto tanto de fazer.

    Certamente quando você comprar (finalmente rssss)seu micro...voltará a ser o campeão de comentários. Mas olha a sua vantagem:

    Está apesentado...
    Não tem que lavar roupa...
    Nem cozinhar...prezumo eu...
    Nem passar...

    Todas essas coisas eu que fazer maninho...afinal...sou um cara solteiro...e tenho que me virar!rsss

    Abração capitão!

    ResponderExcluir
  52. Ed

    Também não me interesso e nunca me interessei por astronomia/ufologia ou qualquer coisa do gênero. Não é disto que o meu comentário e parte do que eu venho dizendo aqui e em meu blog se refere. Trata-se de simplesmente pensar, raciocinar um pouco além do cômodo panorama da felicidade terrena como o supra-sumo do Universo.

    Também não tem relação alguma com ser ser mais ou ser menos inteligente. Você já provou para todos que é uma das cabeças mais iluminadas da Confraria, não cabe a mim dizer o que todos nós estamos fartos de saber a respeito de sua alta capacidade intelectual.

    Não escondo que senti uma pitada de frustração ao ver o meu primeiro comentário respondido de forma aquém do que eu sinceramente esperava. Porém, determinadas falas - e a as formas como são escritas - realmente agradam mais e chamam mais a atenção do que outras.

    Sem ofensas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  53. É complicado afirmar que nossa geração é a que verá a volta de Jesus entre milhares de outras que já se foram, e, outras que virão e, também não verão, por um simples fato: "Jesus jamais falou tal coisa para as gerações vindouras".

    ResponderExcluir
  54. Edson, seu solteiro-por-um-pouco-mais-de-tempo rsss receba esta profecia meu filho rssssss

    Tudo bem, é verdade que estou "aposentado" mais isso é também por pouco tempo. Logo me sobre dinheiro para terminar de construir minha casa, voltarei aos estudos e pretendo ser professor até pelos menos os 65 anos.

    E quanto a fazer comida, eu faço sim heeee minha esposa trabalha e quando ela chega cansada no final do dia, eu não a deixo ir para cozinha. Quando ela chega o jantar já está pronto.

    Será que é por isso que ela diz que eu sou o melhor marido do mundo rsssss

    ResponderExcluir
  55. Gresderzinho,

    ficarei esperando seu texto que com certeza, será muito bom.

    ResponderExcluir
  56. Márcio,vc não entendeu nada do que escrevi,mas tudo bem, por aqui fica difícil nos fazermos entender mesmo.Deixa quieto.Tudo que vc escreveu não tem nada haver com que creio e vejo em Jesus.
    Abçs.

    PS:Segundo o Dr. é homem, mas vou aguardar para fazer aos 8 meses outro ulta-som para termos certeza mesmo.

    ResponderExcluir
  57. Bem Edson, como já foi dito por alguns comentários de algumas pessoas, eu concordo e discordo de você. Concordo que não devemos olhar para essa terra desejando simplesmente prosperidade financeira pois esse não é o alvo do Evangelho (Mateus 6:19-21; Filipenses 3:18,19). Essa teologia da prosperidade é demoníaca, pois reduz o cristianismo bíblico ao materialismo anticristão e isso é "outro evangelho" (II Coríntios 11:4; Gálatas 1:8,9). Dito isto, discordo agora de você porque você chama de mentira o que o Apóstolo Paulo relatou aos Tessalonicenses sobre o arrebatamento (I Tessalonicenses 4:13-18), e que também o confirmou em Corinto (I Coríntios 15:51-54). Independendete de terem sofrido mortes horríveis, os apóstolos aguardavam o arrebatamento e chamar isso de mentira ou ilusão é ir contra as palavras do Senhor: Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. (Mateus 24:42. Veja também 24:36; 25:13; Marcos 13:32,33,35, etc) E, o que você me diz da declaração feita por João: E quando eu for, e vos preparar lugar, VIREI OUTRA VEZ, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. (João 14:3)? Se essas palavras soam para você como mentira, é questionável você dizer que é cristão, pois cristão é quem acredita piamente nas palavras de Cristo, reveladas na Bíblia. Repense seu conceito, porque pelo que vejo, você está mais para liberal (mesmo que você e outros não gostem de ser nomeados assim) do que para um cristão segundo as Escrituas Sagradas. Não é você que julga o que é certo na Bílbia, mas ela que julga você, eu, enfim todos (II Timóteo 3:15-17)

    Lembre-se: Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. (I Coríntios 15:19)

    Evangelista Eduardo França (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

    ResponderExcluir
  58. Paz,

    Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

    Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo.

    http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

    Siga-nos também.

    Fica com Deus.
    Um abraço, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  59. É iniludível a declaração feita por Jesus (não por João) “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Acontece que, Jesus tem um grupo de ouvintes, um auditório, Pedro, Tiago, João, Tomé, André e os demais apóstolos. Será demasiadamente contrário ao bom senso pensar que tais palavras só teriam seu cumprimento no século 21. Para quem Jesus estava falando e prometendo o que prometeu? Vou preparar lugar para vocês, virei outra vez (para vocês), e, levarei vocês para mim mesmo, para que onde eu estiver vocês vão estar comigo. É claro que aqueles camaradas judeus esperavam a volta de Jesus, e certamente não foram decepcionados, cf. apregoam-se por inferência os "evangelistas" atuais.

    ResponderExcluir
  60. Rodrigo, você foi perfeito: realmente Jesus está falando para os seus discípulos. Ele voltaria para ELES. Jesus pensava que o Reino se estabeleceria para ELES, não para nós o século 21, como você bem diz.

    Acontece que todos os discípulos morreram sem ver o Reino estabelecido, ou Jesus "voltando".

    Logo, puseram a tal volta de Jesus para um futuro indefinido.

    ResponderExcluir
  61. Na verdade, sobre a volta de Jesus profetizada por Ele mesmo, tenho uma linha de pensamentos.

    Na narrativa sequencial, dos Evangelhos e do Atos, que Ele voltou no Pentecostes. Jesus partia para o Reino celestial, e naquele dia do Pentecostes, ele voltava em Espírito.

    Ora, a partir do momento em que um Cristão é batizado pelo ES, que é o momento chave da metanoia cristã, significa uma nova vida, em que "não mais vivo eu mas Cristo vive em mim". É quando Jesus volta para cada um, e o Reino passa a ser vivido.

    Interessante é esta fala de Jesus, que para mim aponta para o pentecostes:

    Mateus 16:28 Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino.

    Mas há sim, inegavelmente, ditos por Jesus e pelo Apocalipse, uma expectativa de cada cristão pelo grande dia, em quê todas as coisas serão postas à luz da verdade, e os homens serão julgados pelas suas obras. Não sei se daqui a milhares de anos, ou amanhã, mas arde em cada cristão um senso de justiça, não para vermos o "circo pegar fogo", como alguns querem, mas um senso de ter esperança de que os que hoje sofrem terão seu galardão.

    ResponderExcluir
  62. Bill, creio que você nos dá uma interpretação teológica válida para o problema. A minha abordagem é mais crítica e histórica.

    A passagem que você cita, creio, sustenta também o que eu penso: A expectativa da conclusão do Reino era para ELES. E se isso foi dito realmente por Jesus, ele no mínino se enganou, visto que todos eles morreram sem ver a concretização da promessa.

    É um tema realmente muito interessante.

    ResponderExcluir
  63. Meu irmão Eduardo França, obrigado pelo seu comentário!
    Ao que pude observar, alguns dos leitores, não entenderam o quê... ou do quê estou me referindo quando digo: “Mas que mentira!”
    Duda Franc, por mais que não acredite em algumas das estorias contadas na Bíblia, jamais eu seria tão grosseiro e desrespeitoso com as Escrituras Cristã.
    Amigo quando falo que é mentira, estou me referindo ao fato de muitos de nós crentes, dizermos que queremos ir logo para céu... mas na verdade, queremos mesmo é viver um pouco (se não muito) por aqui.
    Concordo com o seu chará Eduardo Medeiros... e com o Rodrigo, quando dizem que os apóstolos criam e esperavam por este arrebatamento... no entanto... nunca é deixado explícito nas Escrituras, que seriam para esta geração... coisa que provavelmente você já sabe.

    Obrigado irmão volte sempre, pois sempre será bem vindo com seu profundo conhecimento das Escrituras.

    ResponderExcluir
  64. Rodrigo, valeu pelo seu comentário, você tem colaborado muito para este blog, você não acha que esta na hora também de colocar essas suas idéias no “papel” ? (criando uma página para você?)
    Com certeza você iria se assustar com a quantidade de comentadores que apareceriam por lá.

    Obrigado irmão e fiquei feliz, em vê-lo por aqui.

    ResponderExcluir
  65. Primeiramente ao adentrar nesta página reconheço seu valor e a importância de seu autor para a nobre causa do Senhor Jesus Cristo.
    Dito isso, quero convidar você que está lendo estas minhas palavras, a prestar um pouco mais de atenção as revelações do Espírito Santo Verdadeiro em nossos dias.
    Por se tratar de um assunto de interesse universal, pediria sua amável atenção, em uma breve, mais com certeza, produtiva visita ao nosso blog, onde estão depositadas Revelações do Senhor Jesus Cristo, para as quais peço encarecidamente que nos ajude a divulgar. Pois estamos vivenciando um memento muito sensível da palavra profética. Desde já suplico as bênçãos do Pai, do Filho e do Espírito Santo Verdadeiro sobre todo aquele que atender esse nosso chamado em nome do Senhor Jesus Cristo. Clique em martins111 - João Joaquim Martins. OU http://joaorevela.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião.

Mesmo que você não concorde com nossos pensamentos, participe comentando esta postagem.
Sinta-se a vontade para concordar ou discordar de nossos argumentos, pois o nosso intuito é levá-lo à reflexão!

Todos os comentários aqui postados serão respondidos!