sábado, 3 de abril de 2010

“O Jejum que a Deus agrada”

Por: Edson Moura
Acatando à sugestão do amigo Gilson, resolvi desenvolver um texto que falasse sobre Jejum. Assunto este que considero delicadíssimo, tendo em vista que muitos dos que praticam o jejum (para fins espirituais) praticam com um coração sincero. Por que hoje em dia, a maioria dos pregadores pentecostais insistem em “gritar aos quatro ventos “ que estão em consagração? (jejum)

Fico puto da vida quando uns idiotas como: Sergio Lopes...João Batista...Valdemiro Santiago...Silas Malafaia...Agenor Duque e outros charlatães do meio gospel, usam desse artifício para fazer com que a massa de seguidores fiquem em estado de êxtase. Como pode o povo ser tão estúpido? Será que eles não lêem a Bíblia...e não vêem que Jesus repreende os que assim agem?

Jejum é uma prática muito comum no meio religioso, todas as religiões existentes, cristãs ou não, usam desta forma de sacrifício para louvar as suas divindades. Mas o que verdadeiramente é o jejum para os cristãos? Uma simples abstinência de alimentos? Não!

Infelizmente muitos têm olhado para o jejum como um meio de adquirir bênçãos e ignorado o verdadeiro sentido desta abstinência. Ficam sem alimentar-se por um período, levado pelas circunstâncias (determinação da igreja ou algo semelhante), porém, não conseguem ver a grandeza deste ato que pode ser muito edificante. Infelizmente resumindo: Passam Fome!

Tenho que apelar para as Escrituras...coisa que raramente faço, como muitos aqui sabem.

Em Isaias 58.6,7 está escrito:

“Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?"

Infelizmente este precioso ensinamento dado por Cristo pouco tem sido observado nos dias atuais, nos quais vive-se muito a aparência. E passar uma imagem de crente praticante deste sacrifico coloca sobre as costas uma capa de santidade. E o que deveria ser em secreto, torna-se extremamente aparente, à semelhança do Fariseu que se exaltando dizia a todos:

“Jejuo duas vezes por semana...” Lc 18.12

Eu porém vos digo: Quando Jejuares, que seja para sentir em seu corpo, como é ter fome. Só quem já passou fome na vida pode entender o que é não ter nada no estômago, ver suas vísceras revirarem em busca do que digerir. Assim, quando vires alguém com fome, poderão encher-se de compaixão e quem sabe, até possa comprar um prato de comida ou um pão com mortadela para JUNTOS comerem.

Quando jejuardes, que seja para dar limites ao seu próprio corpo, pois é sabido que o colesterol...diabetes...obesidade...e outras doenças relacionadas à má alimentação, ainda matam. Certa vez li um depoimento de Oscar Niemeyer, onde ele dizia que o segredo de sua longevidade...é o fato de comer pouco. Quem sabe ele também não jejue de vez em quando?

Agora: Fazer jejum para expulsar demônios...ser revestido de poder do alto...ser usado por Deus ou agradá-lo....isso eu to fora. Não acredito nessas coisas, nem acho nobre quem as pratica. Até acho que essas atitudes transformam os “jejuantes” em seres egocêntricos e pretenciosos que se consideram melhores que os demais irmãos que não têm forças para Jejuar.

Sou um homem racional, valorizo a mente humana e a razão acima de tudo, e isso freqüentemente me coloca em situações delicadas em relação à igreja. Minha língua e minha pena (caneta ou teclado já que escrevo no PC) às vezes são ferinas e mergulhadas em sarcasmo...ainda bem que estamos no século XXI.rsss


Obrigado à todos que chegaram até este ponto da leitura.

33 comentários:

  1. Olá querido!
    Que bom vir ao teu cantinho e passear nas tuas prosas todas!
    É sempre bom.
    Vim desejar uma bela e doce Páscoa e que o Senhor Jesus nos faça lembrar que o sacrifício já foi feito para que hoje pudessemos ter a vida plena com Ele e com Deus!
    Temos e podemos ser felizes e contar sempre com Ele, que delícia!
    Desejo doces momentos em família, eternos carinhos virtuais no blog, muita PAZ, tranquilidade e algumas generosas doses de felicidade!

    Beijokas mil!!!

    ResponderExcluir
  2. Caro Edson Moura, também sou a favor do jejum. Estou jejuando há um mês e já adquiri uma bênção, emagreci 1,0 Kg.Há milhares de pessoas que jejuam por necessidade e sabem que a fome dói. Para estes o jejum é prejudicial, para o resto, é hipocrisia.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá graça e paz!

    Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
    de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
    está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
    seguindo.

    Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
    Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

    Crislaine

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Prezado Edson


    Apesar de biblicamente, o jejum ser recomendado para purgar o corpo e alma, eu diria que sou mais a favor de uma dieta bem balanceada

    Com o advento dos Nutricionistas -, estudiosos dos componentes químicos de nossa alimentação, hoje podemos formular uma dieta em que a glicose, as gorduras saturadas ou não, e as proteínas sejam ingeridas de um modo controlado, para evitar o pecado, da diabetes, da Hipertensão arterial, da Trombose e da obesidade

    O Jejum torna-se altamente perigoso para aquelas pessoas que sofrem de desnutrição,de hipoglicemia ou de hipocolesterolemia.

    Os indivíduos portadores dos distúrbios acima relacionados, podem em meio ao jejum ter uma parada cardíaca irreversível,

    Um esclarecimento, como médico, não poderia deixar de fazer:

    Os jejunhadores tenham cuidado para não confundir "maretas na vista" com visão divina. Esses sintomas visuais podem estar indicando que a taxa de glicose no sangue está abaixo do mínimo. Nesse caso, o que deve fazer a pessoa que está jejuando? Deve imediatamente quebrar o jejum, ingerindo uma pedra de açúcar, ou pedaço de doce (goiabada, etc)

    Bem, era só isso, que eu queria deixar como lembrete aos jejunhadores.


    Abçs,

    Levi B. Santos

    ResponderExcluir
  6. Ana Maria Johann, obrigado pela visita e esteja sempre à vontade para aparecer e comentar.

    Abração para você e para esse bebezinho lindo aí!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado Crislaine pela visita, assim que puder dou uma passadinha lá na sua sala.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Agora sim entendo sua escrita Altamirando, assim como os filósofos antigos...sua "pena" é cheia de sarcasmo.Rsss

    Realmente, muitos hoje fazem o jejum compulssório...e este meu amigo, eu sei como é.

    Fico feliz de saber que você não levou à mal meu último comentário à sua pessoa.

    Quem dera os cristãos também tivessem esse senso de humor que você tem.

    Assim que possível, passo na sua sala para ler seus textos..acredito que devem ser excelêntes.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Levi meu mestre Bronzeado,obrigado pela sua importante informação...como sempre!rsss

    Como é bom termos em médico ao nosso lado, para nos educar. Lembro-me de uma vez que resolvi fazer um jejum radical...fiquei uma semana inteira só comendo legumes...confesso que quase me aproximei de Deus, pois ao sétimo dia me deu uma tontura que por pouco não desmaio na rua. Esse iria ser meu ultimo jejum para ouvir a vóz de Deus, porque depois disso, certamente eu iria falar cara a cara com Ele. kkkkk

    Valeu mestre!

    ResponderExcluir
  10. Concordo plenamente com o que eu escrevi na outra encarnação, quando era profeta e Ministro de Estado em Israel!

    A questão é como o que o Jesus disse sobre o sábado: "eu (homem) sou o Senhor o sábado". O sábado é que foi feito pro homem, assim como o jejum foi feito para que cada um sinta, voluntariamente, a fome que o nosso próximo, involuntariamente, sente todos os dias.

    Um abraço, Edson.

    ResponderExcluir
  11. Prezado Edson

    UMA CORREÇÃO no meu comentário anterior:

    Onde está escrito "Jejunhador", leia-se Jejuador.

    Jejunhador, se existir no Aurélio, deve significar "fazer jejum roendo as unhas". (kkkkkkkk)

    ResponderExcluir
  12. Levi, eu tinha percebido a palavra "estranha" mas sinceramente, achei que se escrevia assim mesmo!rsss

    Agora, sua sugestão para significado foi hilária!

    Tô rolando de rir aqui!kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Isa Messiânico reencarnado, ainda bem que pelo menos nos dias de hoje você não precisa andar nu pela cidade.rsss

    Obrigado mano, pela participação, sei que este texto não tem muito o que falar, afinal, osdes-engaiolados já estão mais do que libertos desses ritos espirituais.

    Agora, só falta o Gilson aparecer, afinal foi ele quem sugeriu o tema em questão.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. "Isa Messiânico reencarnado, ainda bem que pelo menos nos dias de hoje você não precisa andar nu pela cidade.rsss"

    Olha... kkk

    ResponderExcluir
  15. Edson Moura, meus textos não são só sarcásticos, podem ser intolerantes, impulsivos ou a favor do contra, mas nunca inconsistentes, dependendo de qual lado do prisma, é visto. Espero você lá no "O lado ou a parte" com comentários.
    Obrigado pelo citado e abraços.

    ResponderExcluir
  16. Acabei de ver o post. Muito bom comentário. Discordo apenas do modo como voce viu Is 58. Deus no texto e contexto não dá uma idéia de faz isso mais aquilo (aditivo) e sim a idéia (pelo menos na minha visão geral e periférica) é exclusiva, ou seja FALSO x VERDADEIRO. O falso é o do fariseu (ficar afligindo seu corpo sem alimentos e se dobrando igual ao seu caso relatado que quase se "encontrou com Deus"). O VERDADEIRO (aquele que o proprio Deus escolhe) é resumindo, o AMOR AO PRÓXIMO.
    Vejo que toda prática "espiritual" que elege pessoas mais capazes que outras (resistencia fisica, idade, boa saúde, etc), criando um clubinho exclusivo é engano e acaba gerando mais problemas do que frutos (como foi o caso do jejum ao longo das Escrituras, culminando com os seus mestres, os fariseus no NT) e outro exemplo mais moderno é a subidas a montes em prática dos neopentecas e pentecas. Em meu blog tenho várias perguntas relacionadas ao jejum e sua pratica e ainda não apareceu um defensor dessa prática (seja para que fim for) para responde-las.
    Vou relacioná-las e coloca-las neste espaço e quem sabe não aparece um "iluminado" e responda pelo menos umas duas?

    ResponderExcluir
  17. Quanto ao "abusam desse artifício para fazer com que a massa de seguidores fiquem em estado de êxtase. E não vêem que Jesus repreende os que assim agem?"

    Eles são tratados como massa de manobra mesmo, e para fins, geralmente lucrativos (as famosas campanhas).

    Um grande exemplo quentinho foi a Campanha de jejum lançada pela CPAD com o apoio de blogs de pastores conhecidos como Ciro Zibordi e Carlos Roberto Silva e que antecedeu ao LANÇAMENTO DO CARTÃO DE CRÉDITO DA CGADB.(http://cirozibordi.blogspot.com/2010/02/semana-nacional-de-oracao-e-jejum.html).

    Ora todos sabem que a CPAD é quintal da CGADB e fonte de lucros e que deve ser beneficiada nessa negociata, pois os seus "produtos!" poderão ser adquiridos via cartãozinho ungido e sem perigo de calotes, com taxas exorbitantes.
    O que mais me espantou foi a velocidade do resultado do jejum (que coisa) em menos de 15 dias. É o que tenho dito em meu blog, essas lideranças lançam essas convocações e logo atrás vem uma novidade (geralmente uma contribuiçãozinha) é o velho jeitinho religioso pra levar o gado, ops, povo sem entendimento, para onde se quer. E o povão vai feliz da vida, achando tudo uma benção, e vai para o matadouro.

    AH, e a "campanha" tinha ainda o ingrediente mágico de ser de 7 dias (de 8 a 14 de março) com temas diários que podem ser vistos em: http://www.cpad.com.br/semana_nacional/conteudo.html
    OOOOhh, vida de gado, povo marcado, povo feliz.

    ResponderExcluir
  18. Na minha ex-igreja (chique non?), há um jejum dificílimo de se fazer: todo domingo, das 0:00 até as 09:00.

    Isso mesmo. das 0 às 9.

    Porra, se jejum contasse pontos com Deus a gente merecia era um castigo pela sem-vergonhice! Isso lá é jejum que se faça??

    Pior era o presidente da igreja contando todo final de semana, nos seminários, que no começo da "Obra" fez um jejum de 3 dias, e que isso que deu para eles a revelação especial que têm.

    Daí que dá vontade de falar para ele: É cara, então volta e faz mais uns 20 que você não aprendeu nada.

    Ou ainda, gente que faz desses jejuns e finaliza eles numa churrascaria. Daí comem até passarem mal.

    Que lindo. Jejum transformado em gula.

    Para mim jejum que é jejum é a escolha consciente de se abidicar de algo que é sabidamente seu ponto fraco, para acima de tudo aprender como é viver sem aquilo, e aprender a dar valor, e a ser solidário com quem não tem. A gente se esquece muito facilmente que o mundo não gira ao redor do nosso umbigo.

    ResponderExcluir
  19. visitem meu blog (http://gilson-contraheresias.blogspot.com/2010/02/erros-nas-traducoes-ajudando-aos.html) e respondesse algumas perguntas pertinentes a "jejum".
    Se puder e tiver base bíblica.

    Quantas vezes Jesus fez esta convocação para os seus discípulos?

    Jesus ordenou isto?

    Pedro ou Paulo convocam a igreja (em meio as crises violentas e perseguições) alguma vez na historia do NT para jejuar?

    A piedade é causa de ganho?

    Jejum é mágico ou é moeda de troca para barganhar com Deus?

    Jejum é sacrifício no NT? Onde está a ref.?

    O sacrifício de Jesus foi ANEXO, APENDICE, ADENDO OU APENSO ?
    Jejuar nos torna mais santificados ou mais santos?
    Nos torna mais agradáveis ao Pai?
    Nos torna melhores que o nosso irmão? (Lc 18)
    O jejum é superior ao Sangue de Jesus, A Palavra (Verdade) e ao Espírito Santo?
    Quem santifica afinal?
    O que é ASCETISMO?
    O sete (sete dias) é mágico?

    Na tentação no deserto, Jesus PLANEJOU JEJUM? Ou foi CONSEQUÊNCIA da adoração e entrega total a vontade do Pai?

    E Moisés PLANEJOU JEJUM? Ou foi CONSEQUÊNCIA da presença e comunhão com Deus?

    Jesus era alfaiate e vinhateiro? (cf. Mt 9:11-17).
    Jesus está ausente dos que creem Nele? (mesma ref.)
    A pregação do Evangelho deixou de ser o Poder de Deus?
    Não estaremos levantando um altar (pagão) chamado jejum?
    O jejum pode ser visto como um fim em si mesmo?
    Jejum produz fé?
    Jejuar nos dá poder e autoridade para expulsar demônios?
    Jejum é para receber perdão de pecados?

    É meu irmão, alguns já estão pedindo a Deus em suas orações para enviar anjos para visitar os doentes em hospitais (e curar - como se anjos tivessem esse dom).

    É a nossa zona de conforto.
    Quando sobra religiosidade, falta VERDADE.

    Leia tambem Zacarias 7, (FALSO X VERDADEIRO) principalmente o versiculo que diz: "Como eles se tornaram duros como diamante (coração) e não me ouviram, quando eles clamarem tambem não os ouvirei..."

    ResponderExcluir
  20. Clap...clap...clap...isso são aplmas para vc Biel...belas palavras!


    Esses Jejuns são bem típicos da renascer!

    Onde já se viu...jejum enquanto está dormindo!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Abraços maninho!

    ResponderExcluir
  21. Errata:

    Onde se lê aplmas....leia-se palmas!

    ResponderExcluir
  22. Gilson...já está tarde e amanhã levanto às 4:00

    Respondo amanhã seus comentários...obrigado pela visita!


    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. É EDSON bem pertinente as perguntas do nosso mano GILSON, ainda bem que não foi para mim. Hahahahahahaha

    Para mim, o jejum não tem qualquer poder em si mesmo, seja para santificar ou para “encher o crente de poder”.

    Quanto a sentir voluntariamente na pele, o que milhões sentem involuntariamente, acho até valido, mas também há outros recursos muito mais eficientes, como por exemplo, dá de comer para quem tem fome.

    Abraços

    ResponderExcluir
  24. Amigo Edson;

    Suas ideias com relação ao jejum coadunam com as minhas. Duarante muito tempo da minha vida pratiquei e ensinei o jejum que desagrada a Deus, o jejum da baraganha, existe uma frase utilizada pelos investidores evangélicos que diz assim "Tem que perder, renunciar, para depois ganhar." é repulguinante!!!

    ResponderExcluir
  25. Adorooooooooooro este texto: "Porventura não é este o jejum que escolhi..." sempre me emociono ao lê-lo.

    O jejum no velho testamento era uma atitude de suplica mas ganhou entre os cristãos a conotação de um exercício contra o desejo da carne. Ridículo isso, pois os desejos não devem ser podados mas redireccionados, pois ao privarmos de uma coisa por completo depois da abstinência a alma ira se empanturrar com a satisfação dos desejos reprimidos da carne.

    ResponderExcluir
  26. É isso aí, mano Gresder. O próprio Deus faz a melhor escolha entre duas práticas humanas possíveis. O texto de Zacarias 7 tras muita luz sobre o assunto. A linguagem irônica usada é terrivel. Deus pergunta:"Foi para mim que jejuaram nestes 70 anos?, E quando comeram e beberam, para quem foi? Não foi para voces mesmos?". Depois finaliza nos mesmos moldes de Isaias 58, dando extrema atenção a compaixão pelo próximo nas suas necessidades.
    Temos visto em nossas congregações que muitas "irmãs reprimidas" e com aparência de "santas" quando se soltam é uma lástima.

    ResponderExcluir
  27. Edson, cheguei no final, mas cheguei, pois não poderia deixar de comentar um texto seu. Sua abordagem é perfeita. O jejum religioso é uma disciplina espiritual, onde a pessoa esquece um pouco de si, enfraquecendo o corpo, para alimentar o espírito.

    Não que eu faça jejuns. Fiz pouquíssimos quando era mais religioso. Hoje, minha espiritualidade não precisa da abstenção de alimentos.

    ResponderExcluir
  28. Eu não sei como tem tanto louco para apoiar outro louco que escreve besteiras como essas. Que artigo mais fútil e falso. Vai estudar e se converter antes de falar de verdadeiros homens de Deus, tá?

    ResponderExcluir
  29. Ô amiguinho "anônimo...covarde", tenha um pouco mais de coragem e mostre a cara...diga o nome...não se esconda crente! Cadê a ousadia que Deus dá aos seus servos?


    Saia da caverna Elias...kkkk

    Você é tão pobre de intelecto, que não tem argumentos tem pra debater um tema tão batido como o jejum!

    Faça o seguinte:

    Jejue para Deus et capacitar com 'inteligência' para ao menos discordar do texto...usando o argumento da fé.

    Abraços irmão sem nome!

    ResponderExcluir
  30. Esse anônimo deve ser daqueles que se o seu líder mandar tomar veneno, ele bebe e pede outra dose. O termo que ele usa é hilário, "verdadeiros homens de deus", ou seja, quando lê Lucas 18 deve achar o fariseu um desses verdadeiros homens de deus.

    ResponderExcluir
  31. Boa noite!
    Não sei se você é um cristão
    Se não for vou te esclarecer umas coisas
    ler mais a bíblia
    Que você vai entender o que significa o jejum
    Quando Jesus expulsou aquele demônio que estava naquele homem chamado Gadareno
    Ele disse para os seus discípulos
    Que aqueles demônios só podem sair através de muito jejum e oração.
    Jesus jejuou 40 dias e 40 noites Mateus 04:01 ao 02
    Ele não diz para nós jejuarmos tudo isso
    Só diz que temos que se prepara pra uma situação dessa.
    Um soldado ele tem que esta preparado sempre Efésios:06 versículo 11
    Ele diz para se revestir da armadura de Deus. ( Espiritual )
    E um desses revestimentos é o Jejum.

    Milagres: Deus mostrou claramente que milagres existem
    Quando ele curou os cegos de Jericó Mateus 20:29 ao 34 ,a mulher que tinha um fluxo de sangue marcos 05:21 ao 34 e muitos outros.
    Jesus disse: Aquele que se entregar de coração para ele. ele derramará o espírito Santo sobre ele,e através do espírito Santo de Deus nessa pessoa ela fará milagres no nome de Jesus.
    E deixo pra você como exemplos de pessoas que foram usadas por Deus.
    Elias,Eliseu,Pedro etc..

    Que estas palavras venham entrar em teu coração.
    Que Deus venha fazer um grande milagre em tua vida pra você saber que ele existe.
    Porque aquele que não crer em milagres,também não crer que Deus existi.
    Faz uma prova com Deus pra ele te mostrar que ele existe!
    Você vai ver o impossível na sua vida.

    ResponderExcluir
  32. Ler mais a Bíblia:
    Já lí...e muito! Inclusive, por ler tanto este livro, descobri que o nome do homem não era Gadareno...esta era apenas a referência a sua cidade (Gadara)...assim como "Nazareno" de Nazaré..."Madalelena" de Magdala e etc...

    Nunca disse que não creio em Deus...aliás, acho que creio muito mais que muitos por aí que se dizem Crentes. Não farei prova de Deus...pois, fazendo isso, eu anulo a própria fé...que é totalmente contrária a milagres.

    Que você me perdoe se pareço grosseiro...não é minha intenção agredí-la.

    ResponderExcluir
  33. Cara você esta mais confuso do que os outros.
    Quem foi que disse que se expulsam demônios só com Jejum?
    Foi o próprio Cristo. Você está perdido como muitos, não te julgo pois posso estar errado, mas Cristo nunca errou, e foi Ele quem falou sobre expulsar demônios.
    Não o Silas e companhias...

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião.

Mesmo que você não concorde com nossos pensamentos, participe comentando esta postagem.
Sinta-se a vontade para concordar ou discordar de nossos argumentos, pois o nosso intuito é levá-lo à reflexão!

Todos os comentários aqui postados serão respondidos!